Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sexta-feira 17 de Setembro de 2021

1 6
:
3 1
:
5 8

Últimas Noticias

Enquete

Como você pretende investir o seu dinheiro nos próximos anos?

Notícias / Polícia

12 Abr 2014 - 13:30

PM "estoura" oficina de desmanche e prende quadrilha

Cinco homens foram presos em flagrante, numa casa no bairro Cidade Verde

Mídia News

 Policiais militares prenderam em flagrante cinco acusados de participar de um esquema de roubo e desmanche de carros, no bairro Cidade Verde, em Cuiabá.

Numa casa localizada na Rua São Salvador, os PMs encontraram dois automóveis roubados que estavam sendo desmanchados – um Prisma prata e um Gol branco já sem o motor.

Dois dos presos foram reconhecidos. Os policiais apreenderam também uma espingarda de pressão e uma pistola calibre 380mm.

A prisão do bando ocorreu no fim da tarde de sexta-feira (11), por volta das 18 horas, após uma denúncia anônima.

Foram presos Fábio Juliano Peres Marques da Silva, de 21 anos, Marcelo Luiz de Almeida, de 18, Romário Angelo Dias, de 19, e Dionildo Vitor Peres Moraes, de 18, além da proprietária da residência, cujo nome não foi revelado.

Eles foram autuados por formação de quadrilha ,sendo que Marcelo e Romário serão indiciados por roubo, pois foram reconhecidos pelas vítimas.

Ao chegarem ao local, os policiais descobriram que o Prisma já estava sem placas e tinha acabado de chegar na residência.

No quintal, encontraram o Gol branco sem o motor e outras peças, já em processo de desmanche.

Os acusados disseram que havia uma picape Fiat Strada, que estaria escondido numa residência em Várzea Grande. Os PMs foram até o local, mas não encontraram o veículo.

Conforme os PMs, o Prisma havia sido roubado horas antes, no bairro Jardim Cuiabá, próximo de uma clínica, onde dois rapazes armados com revólveres renderam a proprietária.

Eles a obrigaram a descer do veículo e fugiram com o carro, levando também uma bolsa com pertences.

O Gol, por sua vez, foi roubado dia 1º de abril, no bairro Duque de Caxias, onde o proprietário foi rendido por um homem armado com revólver. A vítima chegava em casa e teve que entregar o carro.

Marcelo e Romário foram reconhecidos pelos proprietários dos veículos como autores do assalto. Eles foram autuados por roubo.

Na delegacia, Dionildo relatou que tanto a espingarda como a pistola são de suas propriedades.

“Comprei há sete meses pagando R$ 1.200 pela pistola e R$ 200 pela espingarda de pressão”, explicou.

Ele disse que não usou as armas para praticar roubos, mas as pistolas foram emprestadas para Marcelo e Romário, que as usaram no roubo dos dois carros.

Os demais, no entanto, negaram a participação no crime.

 
Sitevip Internet