Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Segunda-feira 27 de Setembro de 2021

1 1
:
0 6
:
5 7

Últimas Noticias

Enquete

Como você pretende investir o seu dinheiro nos próximos anos?

Notícias / Polícia

14 Abr 2014 - 15:00

Homem leva quatro tiros dentro de recepção de hospital em cidade de MT

Vítima estava na companhia da namorada no hospital de Paranaíta. Suspeito seria o ex-namorado da jovem, que não aceitava fim da relação.

G1 MT

 Um rapaz levou quatro tiros neste domingo (13) dentro do hospital municipal da cidade de Paranaíta, 849 km de Cuiabá. De acordo com informações da Polícia Civil, a vítima estava na companhia da namorada, quando levou os disparos pelas costas. O autor dos tiros seria o ex-namorado da jovem, que fugiu e não foi localizado.
O caso foi registrado na madrugada de domingo, quando o casal estava na recepção da unidade hospitalar. “O suspeito se aproximou por trás da vítima e deu entre três a quatro disparos nas costas e na cabeça dele. Não se sabe se o casal procurava atendimento ou ia visitar alguém, mas ele [o suspeito] soube disso e foi até o hospital encontrá-los”, disse ao G1 o delegado Arnon Osny Mendes.
No momento dos disparos houve tumulto e os próprios funcionários do hospital fizeram o socorro do rapaz. Outros tiros atingiram os vidros e a estrutura do local. “A motivação é ciúme por parte do suspeito. O ex não aceitava o fim do relacionamento, que era muito conturbado e problemático. A vítima ainda tentou correr pelo hospital”, contou o delegado.
A namorada do rapaz já prestou depoimento à polícia e confirmou que o suspeito é o seu ex-companheiro. O hospital não possui câmeras de segurança interna ou externa. O suspeito teria contado com o apoio de outro homem, que fez o trabalho de levar e buscá-lo no hospital.
Conforme a Polícia Civil, o suspeito responde por diversos crimes, tanto na Justiça de Mato Grosso quanto Justiça Federal: tráfico de drogas, assalto, receptação, roubo, porte ilegal, furto e assalto em agências dos Correios e lotéricas.
A vítima foi socorrida e transferida para o Hospital Regional de Alta Floresta, a 800 km da capital. Ao G1, a unidade informou que ele está na enfermaria aguardando transferência, já que o hospital não conta com um especialista neurocirurgião que o paciente precisa.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet