Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Domingo 26 de Junho de 2022

0 5
:
2 3
:
1 3

Últimas Noticias

Notícias / Agronegócio

17 Dez 2014 - 12:05

Plantio da safra 2014/2015 de soja termina em Mato Grosso

Após algumas dificuldades no início do plantio, por conta da irregularidade das chuvas em Mato Grosso

Agência da Notícia com Redação

 Após algumas dificuldades no início do plantio, por conta da irregularidade das chuvas em Mato Grosso, a semeadura da safra 2014/2015 da soja atingiu 100% no final da semana passada, segundo o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea). As precipitações retomaram a normalidade e o agricultor mato-grossense conseguiu recuperar o ritmo e plantar na janela ideal para o bom desenvolvimento do grão, segundo avaliação da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato).

O informe do Imea aponta ligeiro atraso em relação à safra passada, quando o plantio encerrou no dia cinco de dezembro. De acordo com o diretor Administrativo e Financeiro da Famato, Nelson Piccoli, com a regularidade das chuvas, muitos produtores fizeram dois turnos para garantir a semeadura em tempo ideal. “O produtor mato-grossense é muito técnico e, apesar dos percalços do tempo no início do plantio, conseguiu ganhar ritmo”, frisa.

O diretor da Famato pontua ainda que o mês de novembro registrou alta nas vendas futuras da soja, com 2,5 milhões de toneladas do grão negociadas, elevando a comercialização da safra 2014/2015 para 34%. “Havia uma perspectiva de que nós teríamos um ano complicado do ponto de vista econômico, em razão de que a soja teve um período de preços muito baixos e as previsões apontavam que este cenário se manteria. Isso acabou não se confirmando e o clima não favorável no início da safra contribuiu para que houvesse um alinhamento e uma melhora nos preços, além de outros fatores externos e internos como a valorização do dólar”, afirma Piccoli.

O atraso no plantio da soja, apesar de superado, ainda pode influenciar a segunda safra de milho em Mato Grosso. No primeiro levantamento do ciclo 2014/2015, divulgado no início de dezembro pelo Imea, a projeção aponta redução de 12,18% na área em relação à safra 2013/2014, que deve sair de 3,2 milhões de hectares na safra passada para 2,8 milhões ha no próximo ciclo. “Os baixos volumes de chuvas no final de setembro e início de outubro, que ocasionaram atraso na semeadura de soja podem impactar sobre a janela ideal de semeadura do milho e causar redução na produtividade”, destaca o gestor do Imea, Ângelo Ozelame.

Helicoverpa – Segundo Piccoli, neste ano os produtores se prepararam bem no controle e prevenção contra as lagartas, como a Helicoverpa Armigera, e as lavouras do Estado não apresentam grande incidência de pragas. “O produtor de Mato Grosso absorveu todas as orientações técnicas que foram passadas no ano passado e tem feito os procedimentos corretos no momento certo. O resultado está sendo muito positivo, é claro que há casos pontuais de focos, mas sob controle e sem grandes problemas”, finaliza Piccoli.

A Famato é a entidade que representa 87 Sindicatos Rurais de Mato Grosso. Junto com o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT), forma o Sistema Famato. Acompanhe as redes sociais: www.facebook.com/sistemafamato e @sistemafamato (twitter e instagram).

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet