Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Segunda-feira 27 de Setembro de 2021

1 1
:
0 8
:
4 4

Últimas Noticias

Enquete

Como você pretende investir o seu dinheiro nos próximos anos?

Notícias / Política

16 Abr 2014 - 08:40 | Atualizado em 16 Abr 2014 - 11:11

José Riva diz que Ministério Público é mesquinho na questão das denúncias contra Blairo Maggi

Objetivo seria prejudicar Maggi porque ele pode ser candidato este ano, essa ação do MP de acordo com Riva tem influências externas

Mídia News

 O deputado estadual José Riva (PSD) afirmou que a ação movida pelo Ministério Público do Estado (MPE) contra o senador Blairo Maggi (PR), referente ao Escândalo dos Maquinários, tem "influências externas".

Para ele, o objetivo da ação seria prejudicar Maggi politicamente, em função da possibilidade de ele vir a ser candidato a governador.

“Vou ser bem objetivo: é estranho que algumas pessoas no Ministério Público se prestem a esse tipo de serviço, influenciadas por pessoas externas que têm interesse político em prejudicar alguém só porque existe a possibilidade de ele ser candidato. Isso é sórdido, sujo, mesquinho. Porque o MPE não entrou com essa ação antes?”, afirmou o deputado.
Ao ser questionado pela reportagem sobre quem seriam esses agentes externos, ele limitou a dizer, entre risos: “Você sabe. Eu não vou falar”.

As declarações foram feitas na manhã desta segunda-feira (14), na Praça das Bandeiras, antes da entrega de máquinas do Ministério do Desenvolvimento Agrário a prefeituras do interior.

Riva disse ainda acredita que Maggi será o candidato a governador do grupo governista, apesar dos nomes já colocados como pré-candidatos.

O senador já havia sido absolvido, cerca de 15 dias antes, em ação semelhante na esfera federal, pelo então juiz Julier Sebastião da Silva (PMDB). O ex-secretário de Fazenda Eder Moraes (PMDB) também foi absolvido, enquanto Vilceu Marchetti (Infraestrutura) e Geraldo de Vitto (Administração) foram condenados.

O presidente da Assembleia Legislativa, Romoaldo Junior (PMDB), foi outro que viu política na ação do MPE. Porém, ele atribuiu o processo à “ânsia de aparecer dos promotores”.

Superfaturamento

O Escândalo dos Maquinários envolve o superfaturamento de R$ 44 milhões ocorrido em 2009, no Governo de Maggi, na aquisição de 705 máquinas para o programa “Mato Grosso 100% Equipado”. As máquinas custaram, no total, R$ 241 milhões.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet