Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Domingo 5 de Dezembro de 2021

2 0
:
0 2
:
4 8

Últimas Noticias

Enquete

Na Sua opinião você é a favor ou contra a realização do carnaval em fevereiro de 2022

Notícias / Agronegócio

22 Abr 2014 - 13:40

MT deve vacinar 1,3 milhão de bezerras contra a brucelose

A vacinação contra a brucelose é realizada duas vezes ao ano, uma em cada semestre.

Agro Olhar

 Os pecuaristas em Mato Grosso devem vacinar cerca de 1,3 milhão de cabeças de bezerras nesta primeira etapa da vacinação contra a brucelose. A etapa é obrigatória e encerra em junho. Devem ser imunizadas fêmeas com idade entre três e oito meses.

A vacinação contra a brucelose é realizada duas vezes ao ano, uma em cada semestre. Na primeira etapa os pecuaristas devem vacinar fêmeas de três a oito meses de idade até o dia 30 de junho. A segunda etapa ocorre no segundo semestre do ano e é voltada para os animais acima de oito meses.

Segundo a Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), as bezerras de três a oito meses não podem ser vacinadas na segunda etapa.

O produtor deve informar ao Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea-MT) até o dia 30 de junho a imunização da primeira etapa. Já a comunicação da efetuação da segunda etapa até o dia 31 de dezembro.

O produtor que não realizar em nenhuma etapa a imunização será multado em 2,25 Unidade de Padrão Fiscal (UPF). Hoje, a UPF equivale a R$ 106,73. Além disso, as propriedades irregulares na vacinação ficam impedidas de transitar com os bovinos e bubalinos machos e fêmeas, independente da idade, categoria e/ou finalidade.

"Além de estar cumprindo com a obrigação sanitária, com a vacina o produtor vai garantir a sanidade animal do seu rebanho", salienta o diretor de Relações Institucionais da Famato, Rogério Romanini.

A brucelose pode causar aborto e morte dos bezerros recém-nascidos. Os humanos também podem contrair a doença se consumirem carne ou leite cru de animais que tenham sido contaminados ou por meio do manuseio de animais contaminados através do sangue, fetos e secreções, frisa a Famato.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet