Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Terça-feira 19 de Janeiro de 2021

0 8
:
5 4
:
5 2

Últimas Noticias

Campanha Publicitária

Notícias / Artigos e Opinão

15 Mai 2015 - 09:45

Parlamentarismo caboclo

Agência da Noticia com Redação

  Em 1993 o Brasil realizou um plebiscito consultando a opção da sociedade brasileira pelo regime de governo presidencialista, parlamentarista ou monarquista. O resultado foi amplamente favorável à continuidade do presidencialismo, com 55,4% contra 24,6% pelo parlamentarismo. Agora vemos o segundo governo Dilma se desintegrando junto com o Partido dos Trabalhadores, e o avanço tortuoso de um parlamentarismo caboclo pautando a gestão capenga.

Vamos ver. O presidente do Senado tem conduta própria, e não respeita as regras da coligação que apóia o governo. O presidente da Câmara dos Deputados age independente também e ainda confronta o colega presidente do Senado. Ambos são do mesmo partido, o PMDB, mas estão construindo espaços próprios usando o poder de chefes do Poder Legislativo pra criar caminhos individuais à presidência da República em 2018.

Já o vice-presidente da República foi nomeado para ser o conversador junto ao Legislativo, depois que os burocratas do Palácio do Planalto deram com os burros n´água sucessivas vezes em que votações importantes para o governo foram derrotadas por inabilidade de conversar. Ainda que o PMDB tenha se tornado uma colcha de retalhos de interesses políticos individualizados ou de grupos, o fato é que ele colonizou o governo e dá as cartas, mesmo sem uma unidade de comando. Apesar disso, engoliu o arrogante PT de ontem e acena para o governo com a mão esquerda e o chicoteia com a mão direita.

A economia do país, por sua vez, foi entregue a um neo-liberal, contrariando todas as premissas ideológicas do PT e do governo, numa desesperada tentativa de perder os anéis sem perder os dedos. Submisso, o governo tem a condução política entregue nas mãos do PMDB e a economia nas mãos de um estranho no ninho. Na prática, o esvaziamento da presidente da República que se tornou uma mera figura de retórica, um modelo de parlamentarismo acaboclado toma o governo e antecipa uma anêmica reforma política desejada e pouco possível.

Parece inevitável pensar que ao fim dessa experiência do governo partido entre o vice-presidente articulando a política, o Congresso Nacional pautando o governo, e um ministro estranho à ideologia petista, saia um regime parlamentarista acaboclado pra governar o Brasil no futuro.

Como diziam os antigos: “atirou no que viu e acertou no que não viu”.

Onofre Ribeiro é jornalista em Mato Grosso
onofreribeiro@terra.com.br www.onofreribeiro.com.br

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet