Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Domingo 24 de Janeiro de 2021

1 5
:
0 7
:
2 5

Últimas Noticias

Notícias / Artigos e Opinão

18 Mai 2015 - 11:10

Pra onde vamos? - I

Agência da Noticia com Redação

 O Brasil de 2015 está se parecendo muito com o Brasil de 1964, dos últimos meses do ex-presidente João Goulart. Há diferenças. Naquele tempo a conspiração pela derrubada do poder anárquico que se estabeleceu no país, vinha de fora. Hoje a mesma anarquia está estabelecida. Nada funciona. Instituições públicas chegaram ao nível máximo de exaustão e já não respondem às demandas da sociedade.

Os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, mais os conexos como Ministério Público, estatais e autarquias, servem apenas a si mesmos. Arrecadam impostos como nunca se arrecadou antes na história do país, mas o dinheiro é consumido dentro da máquina infernal em que se transformou o Estado brasileiro em todos os níveis: federal, estadual e municipal.

O desmonte deu-se gradualmente como se fosse uma conspiração bem feita. Não creio porque o país perdeu a sua capacidade de planejar a longo prazo. Mesmo o Partido dos Trabalhadores nesses 16 anos não seria capaz de planejar a longo prazo, porque se fosse não estaria no buraco em que está. Os demais estão mortos como instituições vivas da nação.

Cito alguns pontos em profunda crise institucional e existencial, inoperantes nas suas funções básicas. Dói registrar isso:

1 - Educação - foi desmontada e temos uma nação literalmente analfabeta

2 - Saúde - gradualmente desmontada ao nível mínimo de existência

3 - Infraestrutura - perdeu-se nas discussões ideológicas e morreu sua capacidade de inovação

4 - Segurança pública - confusão entre instituições ostensivas, investigativas e a justiça. O triste ambiente nas ruas é de guerra civil. As estatísticas dizem isso.

5 - Justiça - distanciou tanto da sociedade que se tornou uma miragem

6 - Legislativo - castelos de negócios grupais e partidários

7 - Ministério Público - castelo de vaidades e de poder

8 - Executivo - não governa mais o país e se perdeu no emaranhado de ideologia e de inoperância em todos os sentidos, engolido pelo descompromisso do funcionalismo e pela burocracia infernal

9 - Economia - engolida pelo ‘capitalismo de Estado‘ dos últimos anos, matou lentamente a indústria, afetou o comércio e serviços. Pior matou junto a produtividade e a competitividade da economia brasileira.

Não se resume só nisso. Os próximos artigos abordarão o fim do ciclo presidencialista brasileiro e a necessidade de reconstrução do Estado que governa e do país que produz. Mas quem faria isso? Ninguém mais do que a sociedade, por mais analfabetizada politicamente que ela esteja. O assunto continuará.


Onofre Ribeiro é jornalista em Mato Grosso
E-mail:onofreribeiro@terra.com.br www.onofreribeiro.com.br facebook.com/onofreribeiro
Onofre Ribeiro

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet