Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Segunda-feira 17 de Janeiro de 2022

1 9
:
5 9
:
1 7

Últimas Noticias

Notícias / Agronegócio

13 Mai 2014 - 07:41

Exportações mato-grossenses ficam estáveis em 2014 devido ao milho

Em termos de volume a diferença é pequena também, saltando de 10,620 milhões de toneladas para em 2013 para 10,798 milhões de toneladas em 2014.

Agro Olhar

 Os embarques da produção agropecuária de Mato Grosso ficaram estáveis em 2014 no acumulado de janeiro a abril. O Estado enviou para o exterior US$ 1,695 milhões a mais que no período em 2013. Neste ano saíram de Mato Grosso no primeiro quadrimestre US$ 5,262 bilhões em produtos agropecuários, um leve incremento ante os US$ 5,261 bilhões do ano passado. O complexo soja exportou US$ 3,944 bilhões, dos quais US$ 3,207 bilhões eram soja em grão.

Em termos de volume a diferença é pequena também, saltando de 10,620 milhões de toneladas para em 2013 para 10,798 milhões de toneladas em 2014.

A estabilidade nos embarques é pode ser creditada ao milho, que o ano passado registrou recordes em exportação. De acordo com dados das exportações da Balança Comercial do Agronegócio, divulgada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Mato Grosso enviou apenas US$ 572,7 milhões em milho no primeiro quadrimestre do ano, 53,9% a menos que os US$ 1,241 bilhão em 2013. O reflexo da queda de embarques do milho é verificado desde janeiro, tendo-se em vista a "recuperação" do cereal nos Estados Unidos colhidos o ano passado. Em 2013 haviam sidos embarcados pelo Estado 4,421 milhões de toneladas de milho em quatro meses, enquanto neste ano 2,896 milhões de toneladas apenas.

Soja e algodão

Ao contrário do milho, o complexo soja segue como o produto mais enviado por Mato Grosso para o exterior. O aumento gerado em negociações em 24,02% ante os US$ 3,180 bilhões do primeiro quadrimestre de 2013. O salto de toneladas embarcadas foi de 5,853 milhões para 7,629 milhões de toneladas.

Apenas em soja em grão Mato Grosso enviou 6,375 milhões de toneladas, volume equivalente a 24,3% das 26,154 milhões de toneladas colhidas na safra 2013/2014. Em 2013 haviam sido exportadas 4,491 milhões de toneladas em soja in natura. Em termos de receita gerada pelas negociações do grão in natura o salto foi de US$ 2,409 bilhões para US$ 3,207 bilhões, um incremento de 33,1%.

Seguindo a tendência vista desde 2013, o algodão continua em queda nos embarques. No primeiro quadrimestre de 2014 foram US$ 105,11 milhões enviados em algodão para o exterior, 56,9% a menos que os US$ 244,13 milhões em 2013 no período.

Carnes

As carnes, puxadas pela carne bovina, registraram alta de 5,5%. Um salto de US$ 527,9 milhões para US$ 557,2 milhões embarcados em carnes. Somente em carne bovina o resultado foi de US$ 439,5 milhões, 24,2% superior aos US$ 353,7 milhões.

Segundo o Mapa, a carne de frango caiu 34,8% as negociações, de US$ 160,6 milhões para US$ 104,7 milhões. Já a carne suína, seguindo o desempenho dos últimos dois anos recuo de 31,4% de US$ 3,289 milhões para US$ 2,254 milhões.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet