Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sábado 28 de Novembro de 2020

0 1
:
3 1
:
3 3

Últimas Noticias

Notícias / Artigos e Opinão

15 Abr 2016 - 16:10

Romper a inércia

Agência da Notícia com Onofre Ribeiro

 As discussões em torno do impeachment da presidente da República, antecedida de graves crises política, econômica e de uma corrupção desenfreada tem sido muito didática.

Em vários sentidos. Primeiro, pra acordar uma sociedade preguiçosa muda e sem interesse de falar.

Segundo, porque acordou instituições igualmente preguiçosas. Cito as poderosas confederações da indústria, da agricultura, do comércio e serviços e dos transportes.
Sustentadas pelo dinheiro público arrecadado através de contribuições tiradas da folha de pagamento de empregados, elas pouco tem servido à nação.

Tornaram-se defensoras de interesses imediatos sem qualquer construção política que, sequer, justifique a sua existência. Elas se estendem nos estados onde a economia realmente vive e produz.

No correr dessas crises a pressão, chegou aos confortáveis gabinetes da CNI, CNA, NCCS e CNT.

Obrigados a dar respostas começaram a se mexer politicamente meio paralíticos por falta de hábito, pelo menos se mostraram vivas.

Em Mato Grosso, as federações dessas áreas estão mais dinâmicas. Assumiram voz pública.

Há cerca de um mês, passaram a ter voz política de corporações representativas de setores da economia.

A sociedade mato-grossense, tirando alguns movimentos voluntários, o resto é silêncio.

Uma forte alienação que não sai das mesas dos bares e das conversas isoladas. Despolitização total da sociedade.

Dá pena o silêncio nas universidades. Nas públicas prevalece a burra ideologização irracional que as tem caracterizado anos após anos. Velhas teses, velhos discursos, velhos propósitos.

Não posso deixar de recordar-me da atitude dos diretórios acadêmicos legais e dos movimentos clandestinos que existiam nas universidades públicas no tempo da ditadura militar.

As universidades respiravam o clima político, ao contrário da asfixia atual. Silêncio cúmplice. Patrulhado!

Porém, essa tomada de protagonismo das federações e de outras instituições conexas em nosso estado nos dá o ânimo de que no futuro sejam vozes permanentes.

Chegamos ao desnível atual debitado na conta das omissões históricas.

Quem sabe, aprendamos todos ser cidadãos!

ONOFRE RIBEIRO é jornalista em Mato Grosso.
ribeiro.onofre@gmail.com
www.onofreribeiro.com.br

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet