Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sexta-feira 23 de Abril de 2021

1 0
:
2 9
:
3 9

Últimas Noticias

Notícias / Geral

4 Jun 2014 - 15:05

Opção de atendimento da Saúde será restrita a visitantes

Quem precisar de atendimento público pode ter dificuldades

Agência da Notícia com Mídia News

 As opções de atendimento médico durante a Copa do Mundo em Cuiabá serão restritas para quem precisar de atendimento: Policlínica do Verdão, Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) da Morada do Ouro e Hospital Metropolitano são os únicos considerados referência.

Os dois primeiros são responsabilidade de Cuiabá e, o segundo, localizado em Várzea Grande, está sob responsabilidade do Governo do Estado.

Locais costumeiramente lotados, como o MidiaNews já relatou em diversas reportagens (confira algumas abaixo), as duas unidades municipais serão referências de atendimento imediato.

Ao site, a Secretaria Municipal de Saúde afirmou que uma pequena reforma e ampliação na sala vermelha (urgência e emergência) da Policlínica do Verdão está em curso e deve ficar pronta para a Copa, que oficialmente começa no dia 13 de junho na Capital, no jogo Chile e Austrália.

Promessa não cumprida

Antes anunciado pela Prefeitura e também pela Secopa como uma opção para o evento, o Hospital São Benedito, na Avenida São Sebastião, não estará pronto.

A promessa, ainda na gestão do ex-secretário municipal de Saúde Kamil Fares, é que a unidade começasse a funcionar nos primeiros meses de 2014.

Depois, em janeiro, durante posse do atual titular da pasta, Werley Peres, o São Benedito foi considerado prioridade pelo secretário, que também afirmou entrega-lo até maio. Nada feito.
A respeito do Hospital, o prefeito Mauro Mendes (PSB) chegou a justificar que a parte do município estaria entregue, o problema era o repasse do Ministério da Saúde para garantir os equipamentos da unidade.

“Se ele [Ministério] continuar enrolando nós vamos ficar com a unidade pronta sem entrar em funcionamento, porque estamos dependendo dessa verba. Nós estamos fazendo a nossa parte para que saia”, disse em meados de março.

Por meio da assessoria de imprensa, a Secretaria Municipal de Saúde reafirmou na última sexta-feira (23) que o que falta ao São Benedito é o repasse do Governo Federal.

Para a Copa do Mundo, a unidade estaria focada na atenção terciária, ou seja, para casos de internações, por exemplo.

Sem ele, o único garantido é o Hospital Metropolitano, que mesmo atuando de forma eletiva (consultas pré-agendadas), passará a ser de portas abertas durante o Mundial para pronto-atendimento.

Unidades particulares

Segundo a Secopa, 80% dos turistas que chegarão a Cuiabá têm plano ou seguro de saúde. Assim, a maioria daqueles que necessitarem de algum tipo de atendimento deverá buscar a rede privada.

Para isso, foram selecionadas pela Fifa duas unidades, segundo o coordenador da Câmara Temática de Saúde durante o evento, o médico Fábio Liberalli.

“O paciente que tem plano de saúde ou seguro de saúde, que é a grande maioria dos turistas externos, vão ser encaminhados para o Hospital Santa Rosa ou para o Hospital São Mateus, ambos foram escolhidos pela Fifa”.

“Além disso, haverá opções em toda a rede complementar, como Amecor, Femina e Hospital Jardim Cuiabá”, completou Liberalli.

Dentro da Arena

Além das unidades externas, tanto da rede pública como privada, Fábio Liberalli afirmou durante último jogo-teste na Arena Pantanal, que o estádio contará com uma ampla capacidade de atendimento.

“A Arena terá durante a Copa 130 profissionais, sendo 33 médicos. Ela também terá seis ambulâncias, sendo quatro avançadas, nove postos médicos, sendo um de uso exclusivo para jogadores e dois leitos de UTI”.

Com uma média de 20 atendimentos durante todos os eventos-teste que a Arena recebeu, a média, segundo dados da Fifa, é que durante os jogos do Mundial, cerca de 90 atendimentos por partida sejam realizados.

“E em todos o protocolo é que o tempo para atender seja de três minutos e, a saída desse paciente, caso seja necessária, de 28 minutos, contando o início do atendimento até a chegada em uma unidade de Saúde”.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet