Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sexta-feira 24 de Setembro de 2021

1 3
:
1 6
:
4 1

Últimas Noticias

Enquete

Como você pretende investir o seu dinheiro nos próximos anos?

Notícias / Agronegócio

20 Jun 2014 - 13:41

MT é responsável por 56% dos 185 km² da Amazônia Legal desmatados em maio

Mato Grosso foi o responsável por 56% da área desmatada em maio de 2014, seguido do (21%), Rondônia (10%), Amazonas (8%), Roraima (8%) e Acre (1%), revela o estudo.

Agência da Notícia com Agro Olhar

 Dos 185 quilômetros quadrados de desmatamento registrado na Amazônia Legal em maio de 2014, Mato Grosso foi responsável pelo desmate de 56% deste raio. É o que aponta o Boletim do Desmatamento (SAD), divulgado nesta semana pelo Imazon - Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon). Contudo, na analise entre agosto de 2013 e maio de 2014 o percentual de desmate realizado pelo Estado na Amazônia Legal caiu 51% no comparativo com o período de agosto de 2012 a maio de 2013.

De acordo com o SAD, em maio foram detectados 185 quilômetros quadrados de desmatamento na Amazônia Legal com uma cobertura de nuvens de 38% do território, um aumento de 119% em relação a maio de 2013 quando havia-se registrado 84 quilômetros quadrados com uma cobertura de nuvens de 46%.

Mato Grosso foi o responsável por 56% da área desmatada em maio de 2014, seguido do (21%), Rondônia (10%), Amazonas (8%), Roraima (8%) e Acre (1%), revela o estudo.

Variação agosto a maio

O estudo aponta ainda, considerando o período de agosto de 2013 a maio de 2014, que Mato Grosso lidera o ranking sendo responsável por 31% do desmatamento da Amazônia Legal no período. O Pará vem em seguida com 21% e o Amazonas e Rondônia com 16% cada.

Contudo, ao se analisar as projeções deste mesmo período com agosto de 2012 e maio de 2013 houve uma redução de 51% do desmate por parte de Mato Grosso.

Degradação florestal

Conforme o Imazon, em maio de 2014 foram registrados 159 quilômetros quadrados de florestas degradadas na Amazônia Legal. Tais florestas apontam o estudo, são áreas "intensamente exploradas pela atividade madeireira e/ou queimadas". "Desse total, a grande maioria (94%) ocorreu no Mato Grosso, seguido pelo Pará (5%) e Rondônia (1%).

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet