Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sexta-feira 3 de Abril de 2020

1 7
:
1 5
:
2 7

Últimas Noticias

Campanha Publicitária

Notícias / Economia

10 Nov 2016 - 15:40

Presidente mundial da Shell anuncia US$ 10 bi em investimentos no Brasil

Segundo executivo, dinheiro serão investido ao longo dos próximos 4 anos. Ele afirmou que prioridade será aplicar o dinheiro em projetos do pré-sal.

Do G1

 O presidente mundial da petrolífera anglo-holandesa Shell, Ben van Beurden, anunciou nesta quinta-feira (10), após uma audiência com o presidente Michel Temer no Palácio do Planalto, que a empresa vai investir US$ 10 bilhões no Brasil ao longo dos próximos quatro anos.

O executivo da petroleira explicou a jornalistas ao final do encontro com Temer que o investimento será feiro, prioritariamente, em projetos associados à Petrobras na exploração do petróleo da camada do pré-sal.

A multinacional integra um consórcio formado pela Petrobras e por outras empresas para explorar o petróleo de áreas profundas.

Na noite desta quarta (9), a Câmara dos Deputados concluiu a votação do projeto de lei que muda as regras de exploração do petróleo do pré-sal. O texto já havia sido aprovado pelo Senado e agora seguirá para sanção do presidente da República.

Os congressistas puseram fim à regra que obrigava a Petrobras a ser a operadora única do pré-sal e abriram caminho para elevar a participação de outras gigantes petroleiras na produção de petróleo e gás no Brasil.
Atualmente, as empresas privadas respondem por 17,1% do óleo produzido no país, percentual que pode chegar a 30% em 10 anos, segundo associação que representa o setor.

Para o presidente mundial da petroleira, com a mudança nas regras do pré-sal o país “dá um movimento certo”. Na avaliação de Ben van Beurden, a nova lei permitirá que novas empresas entrem no mercado brasileiro e abre oportunidades para a Shell.

“Vai permitir que novos players venham ao mercado brasileiro, abrindo novas posições, inclusive, de emprego no país. [O projeto] torna o mercado ainda mais atraente para a Shell, porque não queremos ser apenas parceiros estratégicos da Petrobras, mas como operador”, declarou o executivo.

“Esses US$ 10 bilhões são prioritariamente para projetos associados à Petrobras no pré-sal brasileiro, incluindo o portfólio que adquirimos através da compra da BG e também do bloco de libra”, explicou van Beurden.

O presidente da Shell Brasil, André Araújo, investidores estrangeiros e os ministros Henrique Meirelles (Fazenda) e Fernando Bezerra (Minas e Energia) acompanharam a audiência no gabinete de Temer. O secretário do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), Moreira Franco, também participou do encontro.

Investimentos nos próximos anos

Segundo o presidente da Shell Brasil, o dinheiro anunciado nesta quinta será aplicado somente em projetos já existentes, e não em novos leilões de campos de petróleo.

“São investimentos no portfólio que já existe dentro da companhia. Os que estão relacionados ao pré-sal são com base no posicionamento que temos hoje”, enfatizou Araújo.

O presidente mundial da Shell complementou que, além de avaliar participação em leilões de campos de petróleo que deverão ocorrer nos próximos dois anos, a companhia já está elaborando um plano de investimentos no Brasil para a próxima década.

“Estamos cientes de que precisaremos repor nossas reservas aqui no Brasil para os anos 2020. Havendo a oportunidade, vamos olhar também a possibilidade de aprofundar nosso portfólio na área de downstream [refinamento de petróleo cru e processamento e purificação de gás natural bruto]”, destacou Ben van Beurden.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet