Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Segunda-feira 1 de Junho de 2020

0 6
:
2 9
:
1 7

Últimas Noticias

Campanha Publicitária

Notícias / Economia

11 Jan 2017 - 12:30

Campo Grande encerra 2016 com a 2ª maior inflação entre as capitais

Dados são do IPCA divulgado nesta quarta-feira (11), pelo IBGE. No ano, índice acumulado na capital sul-mato-grossense chegou a 7,52%.

Do G1

Campo Grande registrou nos 12 meses de 2016 a segunda maior inflação entre as 13 capitais do país em que o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mede o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Segundo dados divulgados nesta quarta-feira (11), no acumulado do ano passado o percentual na cidade sul-mato-grossense atingiu os 7,52%, sendo superado apenas por Fortaleza, no Ceará, com 8,34% e bem acima do indicador nacional, que ficou em 6,29%.

No ano passado, conforme o IBGE, os dez grupos de produtos e itens que acumularam maior alta em Campo Grande foram os “cereais, leguminosas e oleaginosas”, com 30,96%, seguido pelos “açúcares e derivados”, com 28,91%, “leites e derivados”, com 22,36%, “itens de papelaria”, com 19,46%, “enlatados e conservas”, com 18,35%, “óleos e gorduras”, com 16,28%, “roupa infantil”, com 16,13%, “pescados”, com 15,94%, “sal e condimentos”, com 14,96% e “fumo”, com 14,28%.

Dados de dezembro
A exemplo do que ocorreu em todo o ano passado, especificamente em dezembro, Campo Grande também contabilizou a segunda maior inflação entre as capitais pesquisadas. O índice na cidade ficou em 0,70%, abaixo somente do apurado em Brasília, que atingiu 1,12%. No país, o percentual foi bem menor, 0,30%, conforme o IBGE.

Entre nove grupo de produtos pesquisados pela entidade, seis registraram alta de preço na cidade no mês. Os mais expressivos aumentos ocorreram no grupo de produtos e itens de “transporte”, com 2,40%, seguido pelo “habitação”, com 1,05 e “despesas pessoais”, com 0,81%.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet