Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Quinta-feira 22 de Outubro de 2020

1 2
:
2 8
:
1 3

Últimas Noticias

Notícias / Agronegócio

11 Jul 2014 - 13:18

Colheita do milho atrasa e saca despenca para R$ 9,85

A melhor cotação vista pela manhã desta sexta-feira (11) pertencia à Rondonópolis, onde a saca estava cotada a R$ 13,00.

Agência da Notícia com Agro Olhar

 O atraso no plantio está provocando um atraso de 6,7 pontos percentuais (p.p.) na colheita da 2ª safra 2013/2014 do milho em Mato Grosso, no comparativo com o período o ano passado, mesmo a atual área sendo inferior. Até o momento 32,8% dos 3,2 milhões de hectares semeados no atual ciclo foram colhidos, com uma média de 92,6 sacas por hectare.

A colheita do milho 2ª safra 2013/2014 teve início há seis semanas no Estado e o atraso já era esperado pelo setor produtivo, tendo-se em vista o plantio ter avançado em 30 dias após o termino da janela ideal de semeadura do cereal. Neste mesmo período em 2013 39,5% da área estava colhida.

Ao se analisar a variação semanal houve um avanço considerado nos trabalhos saltando dos 20,7% registrados em 3 de julho para 32,8% verificados em 10 de julho.

De acordo com o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), o Médio-norte mato-grossense é o mais avançado com 45,1% de seus 1,5 milhão de hectares plantados já colhidos. A região mais atrasada é o Sudeste com 16,2% de seus 630,9 mil hectares.

Ipiranga do Norte é o município mais avançado com a colheita tendo atingido 6% de sua área destinada ao cereal. Já Sorriso atingiu 48%.

Cotação

A saca de 60 quilos de milho em Mato Grosso seguem abaixo do preço mínimo estipulado pelo governo federal. Em Sinop na manhã desta sexta-feira (11) a saca do milho disponível estava cotada a R$ 9,85. Em Sorriso, principal cidade produtora do cereal em Mato Grosso, R$ 10,00, assim como em Tangará da Serra.

A melhor cotação vista pela manhã desta sexta-feira (11) pertencia à Rondonópolis, onde a saca estava cotada a R$ 13,00.

No início deste mês, como o Agro Olhar já informou, o setor produtivo de milho de Mato Grosso solicitou novamente ao governo federal a realização de leilões do Prêmio Equalizador Pago ao Produtor (Pepro). O preço mínimo da saca de 60 quilos, estabelecido para o ciclo 2013/2014 pelo governo federal, é de R$ 13,56.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet