Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Terça-feira 17 de Maio de 2022

2 0
:
5 6
:
4 8

Últimas Noticias

Enquete

Eleições 2022: Quantos deputados Estaduais e Federais o Araguaia deve eleger? Deixe seu comentário!

Notícias / Geral

28 Mar 2014 - 15:08

Em MT, 60% das aeronaves estão irregulares; 16 são proibidas de voar

Fiscais encontraram aviões em condições precárias e até com pneus carecas

Agência da Noticia com 24 News

Reprodução

Em MT, 60% das aeronaves estão irregulares; 16 são proibidas de voar (Crédito: Reprodução)

Em MT, 60% das aeronaves estão irregulares; 16 são proibidas de voar

Mais de 60% das aeronaves fiscalizadas em Mato Grosso estavam trafegando com irregularidades. Em menos de dois dias de operação conjunta, realizada pelos órgãos de regulação, 16 aeronaves foram suspensas e impedidas de voar. O foco da Operação Voe Seguro, que começou a ser realizada no último dia 26 de março, visava fiscalizar aviões agrícolas, taxis aéreos e aeronaves particulares. A ação excluiu aviões comerciais, que são fiscalizados rotineiramente.

De acordo com o gerente de Operações Especiais da Anac, Cícero Feitosa, até às 13h da tarde de ontem, 26 aeronaves haviam sido fiscalizadas no estado. Foram encontradas 21 infrações em 16 aeronaves. Apesar do número alto de infrações encontradas, a Anac ainda acredita que exista muita subnotificação, pois diversos pilotos “fogem” da fiscalização ao saberem da operação.

Em menos de dois dias, os fiscais encontraram aviões em condições precárias, com pneus carecas, fuselagem danificadas e até com vazamento de óleo. Pilotos e aeronaves também estavam com a habilitação vencida.

A operação é realizada em conjunto pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea), Receita Federal e Polícia Federal, sob a coordenação da Secretaria de Aviação Civil (SAC).

De acordo com o capitão especialista em controle de trafego aéreo do Decea, Ubiraci da Silva Pereira, o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) apontou que em 2012 houveram 180 acidentes aéreos no país. Destes, mais de um terço ocorreu por desvio de conduta do piloto. “O objetivo da ação conjunta é intensificar a segurança das operações aéreas, mas acima de tudo mudar uma mudança na cultura”.

A Receita Federal acompanha a fiscalização e atua nos casos de identificação de cargas e produtos importados ou exportados de maneira irregular. A PF realiza a segurança dos agentes, caso haja qualquer tipo de interferência.

Esta é a quinta vez que a operação é realizada em conjunto pelos órgãos, mas a primeira envolvendo os estado de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

A fiscalização está sendo realizada simultaneamente nos aeródromos de Cuiabá/Várzea Grande (Marechal Rondo), Barra do Garças, Cáceres, Santo Antônio do Leverger, Poconé, Rondonópolis, Fazenda Cidade Verde, Fazenda Floresta (Campo Verde), Fazenda Galheiro (Campo Verde) e Primavera do Leste.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet