Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Segunda-feira 3 de Agosto de 2020

1 1
:
1 6
:
1 9

Últimas Noticias

Notícias / Política

29 Mar 2014 - 10:52

Riva defende mudança tributária

O deputado lembra a força do parlamentar municipal como agente político mais próximo da sociedade e destaca a importância de uma mobilização em Brasília

Redação com Agência da Noticia

Reprodução

Riva defende mudança tributária (Crédito: Reprodução)

Riva defende mudança tributária

Publicidade

O deputado estadual José Riva (PSD) defende a revisão do pacto federativo com a redistribuição dos recursos, destinando 45% dos impostos, tributos e taxas pagas pelo contribuinte aos cofres do governo federal, 30% para os estados e 25% para os municípios. Hoje a divisão é feita com 60% para a União, 25% para os governos e 15% para as cidades. Diante desta realidade, o social-democrata acredita que as alterações devem ser emergenciais para evitar o enfraquecimento progressivo dos municípios.

Destaca que o Congresso Nacional é culpado pela debilitação das cidades do interior, uma vez que as reformas necessárias para o país não foram realizadas. Para Riva, é preciso um pacto federativo mais justo. “Do jeito que estão matando os municípios brasileiros, daqui a pouco sobrarão apenas aqueles que contam com receita própria”. As declarações foram feitas durante palestra no 4º Congresso Mato-Grossense dos Vereadores, promovida pela União das Câmaras Municipais de Mato Grosso (Ucmmat), nesta semana. Riva abordou o tema “Como o Legislativo pode ajudar no fortalecimento dos municípios” e voltou a defender a realização de uma mobilização nacional de prefeitos e vereadores para cobrar as reformas (política, tributária, fiscal e trabalhista).

Em todo ao país existem cerca de 56 mil vereadores, sendo que no Estado o número corresponde a 1.394. O deputado lembra a força do parlamentar municipal como agente político mais próximo da sociedade e destaca a importância de uma mobilização em Brasília. Além disso, Riva defende a redistribuição do bolo tributário e alterações no repasse do ICMS para os municípios. Atualmente, 25% do produto de arrecadação do imposto pertence aos municípios, mas o deputado pondera que deveriam ser destinados 35% às cidades.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet