Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Domingo 26 de Junho de 2022

0 4
:
5 5
:
5 1

Últimas Noticias

Notícias / Política

17 Jul 2014 - 14:35

Silval confirma que vai depor como testemunha de Eder

Investigado pela Polícia Federal, governador diz que não tem ligação com esquema

Agência da Notícia com Mídia News

 O governador Silval Barbosa (PMDB) se disse “tranquilo” sobre o fato de ter sido arrolado como testemunha de defesa do ex-secretário Eder Moraes (PMDB) para depor na Justiça Federal, na ação derivada da Operação Ararath.

A Polícia Federal deflagrou a operação para investigar crimes contra o sistema financeiro nacional e lavagem de dinheiro, com envolvimento de várias esferas do Poder Público.

O depoimento será entre os dias 24 e 25 de julho. Eder virá do Presídio da Papuda, no Distrito Federal, em uma avião da PF, para acompanhar as audiências em Cuiabá.
"Estou tranquilo e confio nas instituições e no desfecho dessa operação. Confio na minha inocência"
“Estou tranquilo e confio nas instituições e no desfecho dessa operação. Os poderes foram todos envolvidos. Mas eu confio na minha inocência. Não posso detalhar mais porque estou sob sigilo. Passei para meus advogados tudo o que veio para mim e eles vão dizer o que eu tenho que fazer”, disse o governador.

Além de ter sido indicado como testemunha, Silval também é investigado na operação.

Ele chegou a ser detido, após a Polícia Federal encontrar uma arma com registro vencido em sua residência, mas foi liberado, horas depois, sob pagamento de fiança.

O governador é suspeito de ter pegado dinheiro emprestado com instituição financeira clandestina para injetar na sua campanha à reeleição ao Palácio Paiaguás, em 2010.

Em delação premiada, o empresário Júnior Mendonça afirmou que emprestou R$ 4 milhões a Silval, cobrando juros de 3% ao mês, durante a campanha eleitoral de 2010.

O governador teria lhe pedido a quantia de R$ 7 milhões.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet