Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Quinta-feira 22 de Outubro de 2020

1 1
:
3 6
:
1 3

Últimas Noticias

Notícias / Agronegócio

19 Jul 2014 - 08:03

Aumento da demanda e defesa funcionando foram vitais à retomada das exportações à China, diz Neri

De acordo com o ministro, daqui pra frente a expectativa é consolidar o fornecimento para a China e aumentar em até 20% as exportações ao gigante chinês.

Agência da Notícia com Agro Olhar

 O ministro da agricultura Neri Geller comemorou a visita da comitiva chinesa ao Brasil, que resultou no fim dos embargos daquele país à carne bovina brasileira. Na avaliação do ministro, dois ou três pontos foram fundamentais para acabar com o embargo, anunciado nesta quinta-feira (17.7) sobre nove plantas produtores em São Paulo, Mato grosso, Goiás e Rio Grande do Sul.

Segundo Neri, o primeiro ponto foi o consumo do mercado chinês que está avançando muito forte. As importações de carne bovina da China de todos os países saltaram de US$ 44 milhões para US$ 1,2 bi de 2009 para 2013.

“Então tem uma demanda muito forte e com um mercado que precisa abastecer. O Brasil é um país que está habilitado para isso”, afirmou.

O outro ponto, na avaliação do ministro, foi a velocidade da defesa sanitária brasileira em dar respostas a situações envolvendo os rebanhos. Segundo ele, um exemplo claro foi o foco de vala louca que aconteceu este ano em Mato Grosso.

“Em menos de 30 dias o Brasil comprovou para o mundo inteiro que houve um caso atípico e que quando o caso ocorreu todas as providências foram tomadas. Isso deu credibilidade ao país e abertura de novos mercados. Assim como a consolidação da posição da OIE para o Brasil como um país de baixo risco de contaminação de carne bovina”, observou.

De acordo com o ministro, daqui pra frente a expectativa é consolidar o fornecimento para a China e aumentar em até 20% as exportações ao gigante chinês.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet