Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Quarta-feira 12 de Agosto de 2020

1 7
:
3 3
:
3 7

Últimas Noticias

Notícias / Geral

1 Abr 2014 - 10:47

Vandoni deve substituir Daltro na Secretaria de Cidades

Pré-candidato, vice-governador deixa pasta para viabilizar candidatura ao Governo

Mídia News

Publicidade

 A secretária-adjunta da Secretaria de Cidades, Márcia Vandoni, deve ser anunciada, na sexta-feira (4), como a titular da pasta, em substituição ao atual secretário e vice-governador Chico Daltro (PSD), pré-candidato ao Governo do Estado.

O nome de Márcia Vandoni já teria sido definido há alguns dias, mas estaria sendo mantido em "sigilo", por conta da resistência que ela sofreria por parte de alguns deputados estaduais, que poderiam pressionar o Governo a não efetivá-la na pasta.

Chico Daltro, que se reunirá com o governador Silval Barbosa (PMDB) na quinta-feira, para oficializar a entrega do cargo e fazer um balanço das principais ações da pasta, disse, nesta segunda-feira (31), em entrevista à Rádio Mix FM que a confirmação do nome de quem ocupará a pasta só será revelado após sua desincompatibilização do cargo.

“Não é interessante para nós divulgarmos o nome do substituto. Só posso dizer que já está definido”, disse o vice-governador.

Recentemente, Márcia Vandoni negou ao MidiaNews que estaria sendo cotada para o cargo.

Candidaturas

Lançado pelo PSD à sucessão do governador Silval Barbosa (PMDB), Chico Daltro poderá ter de enfrentar uma disputa direta com o juiz federal Julier Sebastião da Silva, que vai se filiar ao PMDB Silval na quarta-feira (2), ante o compromisso de ser candidato majoritário, na convenção que definirá os nomes que irão para a disputa.

“Há boatos sobre a possibilidade de mais de um candidato na base de sustentação do Governo. Falaram em Lúdio [Cabral, do PT], Wellington [Fagundes, do PR] e agora, no de Julier [Sebastião da Silva], porém a única pré-candidatura coloca até o momento é a minha”, disse Daltro.

O vice-governador reconheceu, porém, a legitimidade de cada um dos nove partidos que compõem a base de sustentação do Governo para lançar candidatos.

“O processo é democrático e a pluralidade de nomes é bem-vinda, mostra que temos condições de ter uma candidatura forte e com um projeto de Governo consistente, coisa que não vi de nenhum dos nossos adversários”, afirmou, na entrevista.

No próximo dia 10, haverá uma reunião ampliada com os nove partidos da base, quando cada um deverá apresentar os nomes dos seus pré-candidatos majoritários e proporcionais para a disputa de 2014.

 
Sitevip Internet