Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Quarta-feira 27 de Maio de 2020

1 9
:
1 9
:
3 2

Últimas Noticias

Notícias / Geral

2 Abr 2014 - 11:20

Voo de Cuiabá para SP faz pouso de emergência em Campinas

Segundo passageiros de Cuiabá, que estavam a bordo, o susto foi grande, mas o pouso ocorreu em solo campineiro sem maiores problemas

Cenário MT

O voo 1371 da GOL, que partiu do Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, com destino ao Aeroporto de Congonhas (SP), apresentou problemas nos flaps momentos antes do pouso, e não foi autorizado a descer no aeroporto paulistano, um dos mais movimentados do país.

A aeronave Boeing 737-800 teve que dar a volta e realizar procedimento de pouso no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), cidade que fica a 100 km da capital paulista. Quem tinha conexão em Congonhas perdeu o voo.

Segundo passageiros de Cuiabá, que estavam a bordo, o susto foi grande, mas o pouso ocorreu em solo campineiro sem maiores problemas. A viagem até São Paulo teve que ser continuada de ônibus, colocado à disposição pela companhia aérea.

Os flaps têm a função de auxiliar redução de velocidade do avião durante a descida, permitindo que a aeronave toque o solo na velocidade mais baixa possível para se obter a melhor performance de frenagem. Auxilia também durante a decolagem, para produzir a melhor combinação de sustentação (máxima) e arrasto (mínimo), permitindo que a aeronave percorra a menor distância antes de atingir a velocidade de decolagem.

Como a pista de Congonhas é curta, cerca de 1,5 mil metros, as autoridades acharam por bem não autorizar a descida e enviar o voo para Campinas, que tem pista maior, com 3.240 metros.

A reportagem tentou contato com a Companhia, em Campinas, mas a atendente desligou o telefone de forma abrupta. Em nova ligação, a assessoria local pediu que fossem eviadas perguntas por e-mail. No balcão da companhia no Marechal Rondon, ninguém atendeu o telefone.

Virou rotina

As panes em voos têm sido comuns nos últimos dias. Na semana passada um Fokker 100 da Avianca desceu de 'barriga' em Brasília, com defeito no trem de pouso.

Já outro voo, da mesma companhia, no último domingo (30), apresentou problemas antes de descer no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande/Cuiabá depois que um pássaro se chocou com o aparelho. A aeronave teve que retornar para Campo Grande, por conta de falhas no trem de pouso.

O outro lado

Quase três horas depois de a reportagem ter sido publicada a assessoria de imprensa da companhia aérea enviou a resposta da empresa a respeito do ocorrido, mas negou que houvesse algum problema nos flaps do avião.

Confira a nota na íntegra:

"A GOL informa que durante a tarde de hoje, o voo G3 1371 (Cuiabá/MT – Congonhas/SP), devido às más condições meteorológicas e uma limitação técnica da aeronave, alternou para o aeroporto de Viracopos/Campinas.

O pouso ocorreu normalmente e os passageiros a bordo com destino a São Paulo seguiram via transporte terrestre, os demais foram reacomodados em outros voos".

 
Sitevip Internet