Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sábado 5 de Dezembro de 2020

0 2
:
1 9
:
4 7

Últimas Noticias

Notícias / Agronegócio

4 Ago 2014 - 16:35

Liberação da Rússia para frigoríficos fortalecerá mercado, diz Sindifrigo-MT

País habilitou cinco plantas brasileiras a exportar carne. Indústria em Mato Grosso recebeu autorização para carne bovina.

Agência da Notícia com G1 MT

 Subiu o número de indústrias frigoríficas de Mato Grosso habilitadas a exportar para a Rússia e seus parceiros da União Aduaneira (que tem ainda o Cazaquistão e Bielorrussia). A última a entrar na lista foi a Agra Agroindustrial, com sede em Rondonópolis, município a 218 quilômetros de Cuiabá. A inclusão, feita ainda na semana passada pelo serviço veterinário russo, foi anunciada nesta segunda (04) pelo Ministério da Agricultura brasileiro.

O país compõe o ranking dos principais compradores da carne mato-grossense, ao lado da Venezuela, China e Oriente Médio. De janeiro a junho comprou 28,93 mil toneladas em equivalente carcaça, movimentando US$ 91,84 milhões.

Para o presidente do Sindicato das Indústrias Frigoríficas de Mato Grosso (Sindfrigo), Luis Antônio Freitas, a nova habilitação estimula a competição pelos mercados da carne. O país já ocupou a liderança no ranking dos importadores da proteína animal neste estado brasileiro.
"Quanto mais opções para a exportação melhor será para a cadeia produtiva. Não apenas para a indústria, mas também para o produtor. Este é um mercado de grande potencial e grande importador que muito interessa para nós", disse ao G1.
Além de Mato Grosso, receberam aval do mercado russo para a carne bovina outras plantas instaladas em Minas Gerais (Mataboi), São Paulo (Frigoestrela), Goiás (Marfrig). Para a carne suína, o serviço russo autorizou a Cotrijui, do Rio Grande do Sul.
De acordo com o Ministério da Agricultura, no último ano o país embarcou 303 mil toneladas de carne bovina para a Rússia, movimentando US$ 1,2 bilhão.
Já para a carne suína foram remetidas 134 mil toneladas, gerando uma receita de US$ 412 milhões.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet