Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Segunda-feira 25 de Outubro de 2021

0 6
:
5 4
:
5 1

Últimas Noticias

Notícias / Política

6 Ago 2014 - 09:10

“A população vai me agradecer pela concessão à CAB”

Chico Galindo diz que CAB Ambiental está exercendo um bom papel em Cuiabá

Agência da Notícia com Mídia News

 Diferente do que parece ser unanimidade, e dados do Procon estadual mostram isso, o ex-prefeito de Cuiabá, Chico Galindo (PTB), tem convicção de que fez um bom negócio ao realizar a concessão de água e esgoto à CAB Ambiental.

Segundo ele, esse foi o "maior legado" que deixou à população de Cuiabá - que, daqui a alguns anos, irá lhe "agradecer" pela iniciativa.

"Eu tenho convicção que a concessão foi o meu maior legado. Eu tenho certeza de que, no máximo em dois anos, a população vai me agradecer" "A empresa está começando a mostrar a que veio. É um projeto lento, mas posso afirmar: o serviço começou a aparecer. Eu não tenho dúvida que, em mais um ou dois anos, a população vai me agradecer pela atitude que eu tive”, disse, durante ato de apoio ao candidato a governador Pedro Taques (PDT).

Apesar do otimismo, a CAB Ambiental enfrenta desgaste e rejeição. No último mês de abril, por exemplo, das 257 reclamações feitas, 231 eram em relação a serviços de baixa qualidade, ou ausentes, da empresa concessionária.

No mês de junho, último balanço divulgado pelo Procon, os serviços da empresa, pertencente ao Grupo Galvão, lideraram mais uma vez, com 187 reclamações.

De maneira geral, de 1º de janeiro até 31 de julho deste ano, a CAB acumulou 538 reclamações da população.

"Maior legado"

Para o ex-prefeito Galindo, apesar das reclamações, a concessão da água e esgoto foi o maior legado de sua administração.

“Eu tenho convicção que foi o meu maior legado, senão, eu não teria feito. Eu tenho certeza de que, no máximo em dois anos, a população vai entender e agradecer que não vai ter falta d’água e o esgoto será tratado para salvar o Rio Cuiabá”, reforçou.

O ex-prefeito ainda disse que a outorga à CAB Ambiental foi de R$ 165 milhões, valor que teria sido “bem aplicado”.

“Deste total, R$ 35 milhões foram aplicados em acertos trabalhistas. Ficaram R$ 130 milhões. Praticamente R$ 80 milhões foram aplicados no programa Poeira Zero, onde foram pavimentados 67 quilômetros. Construímos o camelódromo também. Então o dinheiro está lá, foi muito bem aplicado”, disse.

Ao assumir, o prefeito Mauro Mendes (PSB) convocou a imprensa para reclamar que herdou o caixa da prefeitura "zerado".

Um dos primeiros atos foi suspender o programa "Poeira Zero".

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet