Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Quinta-feira 29 de Julho de 2021

0 2
:
4 4
:
0 8

Últimas Noticias

Notícias / Política

3 Abr 2014 - 15:34

Taques reúne aliados para reforçar oposição ao Governo

Senador quer bater o martelo com o PTB e SDD, considerados independentes

Mídia News

 O encontro da base governista, que praticamente formalizou o distanciamento do PR do grupo liderado pelo senador Pedro Taques (PDT), no começo desta semana, em Cuiabá, levou a oposição a reforçar a pré-campanha do parlamentar ao Governo de Mato Grosso.

Na terça-feira (1º), o grupo de Taques realizou um primeiro de uma série de encontros, em Brasília..

A reação imediata à reunião dos líderes governistas – encabeçada pelo governador Silval Barbosa (PMDB) e pelo senador Blairo Maggi (PR), na segunda-feira (31), na sede do grupo Amaggi – forçou um chamado de Taques aos líderes dos dois principais partidos aliados, o PSDB e o DEM.

A filiação do ex-juiz Julier Sebastião da Silva ao PMDB), na quarta-feira (2), também levou a oposição a adotar novas ações para ampliar o arco de partidos aliados.

A retomada das conversas com o PTB, do ex-prefeito Chico Galindo e do ex-diretor do DNIT, Luiz Antonio Pagot, para compor com o PDT foi discutida durante a reunião, bem como as ações para intensificar as articulações da pré-candidatura oposicionista.

DEM e PSDB, junto com o PTB, passam a ser tratados como "aliados de primeira hora" de Taques.

Os dirigentes das duas primeiras siglas reforçaram o apoio à pré-candidatura do senador pedetista.

Para manter a base unida, também ficou definida uma nova reunião com os partidos aliados e considerados simpáticos à pré-candidatura - como o Solidariedade (SDD) e o próprio PTB.

Segundo o senador Jayme Campos (DEM), questões relacionadas às articulações, coordenação de campanha e Programa de Governo serão abordadas no encontro da próxima segunda-feira (7).

Além de Jayme e Taques, participaram da reunião, nesta semana, em Brasília, os deputados federais Júlio Campos (DEM) e Nilson Leitão (PSDB).

O tucano disse que o encontro foi um bate-papo para “organizar o time”.

A partir de agora, os encontros dos partidos aliados de Taques vão ocorrer com maior frequência.

PSB, DEM, PPS e PSDB são as principais siglas que dão sustentação ao projeto do senador do PDT.

 
Sitevip Internet