Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sábado 19 de Setembro de 2020

1 9
:
1 7
:
1 8

Últimas Noticias

Campanha Publicitária

Notícias / Geral

2 Jan 2020 - 14:32

TCE: Servidores fantasmas geram prejuízos de R$ 539 mil em Barra do Garças

Suposta fraude foi revelada na tomada de contas (uma espécie de auditoria contábil) realizada na Prefeitura

Folha Max

Reprodução

 (Crédito: Reprodução)
O Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT) apontou pagamentos irregulares a servidores fantasmas do município de Barra do Garças (501 KM de Cuiabá), e que causaram danos aos cofres públicos municipais de R$ 539,7 mil. 
 
A suposta fraude foi revelada na tomada de contas (uma espécie de auditoria contábil) realizada na prefeitura de Barra do Garças referentes ao exercício de 2015, na gestão do prefeito Roberto Farias (MDB). Segundo o levantamento, 37 servidores fantasmas foram identificados.
 
A apuração do TCE-MT contou também com informações do Ministério Público do Estado (MP-MT) e do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), que chegou a propor uma ação civil pública denunciando o caso.
 
O município apresentou defesa lembrando que a questão esta “judicializada” e que qualquer pessoa acusada é inocente “até que o contrário seja provado”. 
 
“A questão encontra-se judicializada, não devemos adiantar o mérito da Ação Judicial, pois, incompetentes para tal mister. A propósito, toda pessoa acusada de qualquer crime que seja, é considerada inocente até que o contrário seja provado. Não estamos aqui a inventar, é o que diz a Lei Maior”, defende-se a prefeitura.
 
Já o relator do processo no TCE-MT, o conselheiro interino Moises Maciel, explicou que a atuação dos servidores não ficou demonstrada nos autos e que “não foram colacionados os pontos de controle ou documentos dos serviços produzidos por eles”.
 

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet