Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Terça-feira 22 de Setembro de 2020

1 7
:
0 7
:
0 2

Últimas Noticias

Notícias / Polícia

24 Jan 2020 - 08:00

Jovem acusado de participar de homicídio em 2017 em Confresa é solto pela justiça

Além disso, existem contradições entre os depoimentos de testemunhas, apontou a defesa.

Redação / Agência da Notícia

Reprodução

Diogo Pereira estava preso a mais de quatro meses (Crédito: Reprodução)

Diogo Pereira estava preso a mais de quatro meses

A juíza de São Félix do Araguaia Janaína Cristina de Almeida, que atualmente responde pela Comarca de Porto Alegre do Norte e Vila Rica, revogou na quarta-feira, (22), a prisão preventiva de Diogo Pereira da Silva que é acusado de participar de um homicídio em 2017 no município de Confresa. 

O acusado estava preso há quatro meses e as três vezes em que foi ouvido tanto na Delegacia durante as investigações quanto em juízo, negou ser autor do crime em que vitimou o jovem Carlos Cardoso Figueiredo Ribeiro, 19 anos, no mês de novembro de 2017.

O juízo da Terceira Vara Criminal de Porto Alegre do Norte, onde tramita a ação penal, já havia aceitado tese da defesa feita pelo advogado Armando Martins, no sentido que houve a quebra ilegal do sigilo telefônico do acusado, uma vez que foi feita sem a necessária ordem judicial.

Além disso, existem contradições entre os depoimentos de testemunhas, aponta a defesa.

A defesa questiona ainda por meio de habeas corpus no Tribunal de Justiça em Cuiabá, o cerceamento de defesa, em razão da necessidade de acareação entre acusado e testemunha bem como a oitiva de testemunha ocular dos fatos, que já havia sido deferida anteriormente pelo juízo, e que foi indeferida posteriormente de forma “genérica”.

Com a decisão, Diogo Pereira deverá cumprir algumas condições, como comparecer aos atos do processo, manter endereço atualizado, proibição de se ausentar da Comarca por mais de 15 dias sem autorização. A Promotoria de Porto Alegre do Norte se mostrou contra a decisão da magistrada. 

O Caso

O jovem Carlos Cardoso Figueiredo Ribeiro, 19 anos, mais conhecido no meio policial por “Carlinhos” tinha uma vasta ficha criminal que começou a ser preenchida aos 12 anos de idade com pequenos furtos e brigas no município de Confresa.

O corpo de “Carlinhos” foi localizado por populares que avisaram a Polícia Civil. O jovem teria sido assassinado a pelo menos 48hs antes de seu corpo ser encontrado. 

O cadáver já estava entrando no estado de decomposição, foram encontrados sinais de perfurações causadas por arma branca. As motivações do homicídio ainda são investigadas pela PJC de Confresa, mas o crime tem características de execução informou a polícia.

“Carlinhos” ainda quando menor e outros adolescentes praticaram inúmeros furtos de motocicletas em Confresa, as motos eram levadas para o Distrito de Espigão do Leste onde eram vendidas ou desmanchadas. Em uma noite o grupo chegou a furtar 8 moto.

A Polícia Civil de Confresa está investigando o caso que ainda tem poucas pistas.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet