Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Terça-feira 22 de Setembro de 2020

1 7
:
0 1
:
3 7

Últimas Noticias

Notícias / Política

25 Jan 2020 - 09:13

Selma nega ter candidato e diz que cassação ainda cabe recurso

Revista Veja disse que ela teria Otaviano Pivetta como favorito para assumir sua cadeira no Senado

Mídia News

A senadora cassada Selma Arruda (Podemos) negou que irá apoiar o vice-governador Otaviano Pivetta (PDT) na eleição suplementar que ocorrerá em abril deste ano para escolha de um novo senador para Mato Grosso.
 
A informação havia sido divulgada pela coluna Radar da Revista Veja online, na última quinta-feira (23).
 
De acordo com a revista, Selma teria o desejo de que Pivetta se filiasse ao Podemos após a eleição suplementar. Desta forma, o apoiaria na eleição, marcada para 26 de abril.
 
Em nota, divulgada nesta sexta-feira (24), ela disse que, na verdade, não tem um candidato favorito para a vaga.
 
Decisão ainda cabe recurso extraordinário ao Superior Tribunal Federal e depende do rito da Casa Legislativa
“Sobre a informação divulgada na coluna Radar da Revista Veja online, a respeito da opinião da senadora Juíza Selma sobre possíveis candidatos à eleição suplementar no Estado, a parlamentar esclarece que não tem candidato favorito e não apoia nenhum nome”, disse.
 
Ela ainda ressaltou que a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que cassou seu mandato por caixa 2 e abuso do poder econômico na eleição de 2018, cabe recurso.
 
“É importante destacar que a decisão ainda cabe recurso extraordinário ao Superior Tribunal Federal e depende do rito da Casa Legislativa”, disse se referindo à necessidade de seu desligamento do cargo precisar ser lido pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM).
 
Apesar disso, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) já marcou para o dia 26 de abril a data para a eleição suplementar. Os partidos têm até 17 de março para definir seus candidatos.
 

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet