Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Terça-feira 7 de Abril de 2020

0 1
:
0 4
:
1 1

Últimas Noticias

Campanha Publicitária

Notícias / Geral

15 Fev 2020 - 08:40

MT Gás ofertará gás natural para indústrias da Baixada Cuiabana

O Gás Natural Comprimido (GNC) é o combustível cerca de 50% mais vantajoso em comparação a outros tipos de queima

Redação

 Companhia Mato-Grossense de Gás (MT Gás) apresentou aos municípios da Baixada Cuiabana a oportunidade de abastecimento de Gás Natural Comprimido (GNC), de acordo como a demanda, para as indústrias interessadas. Representantes dos municípios de Nobres, Rondonópolis, Primavera, e Cáceres conheceram as vantagens do uso do gás natural nesta quinta-feira (13.02), na sede da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec), em Cuiabá.

As cidades de Juscimeira, Jaciara, Campo Verde, Chapada dos Guimarães, Rosário, Jangada, Santo Antônio do Leverger e Poconé também possuem alta viabilidade para empreendimentos aderirem ao uso do gás natural. Na prática, o combustível apresenta uma rentabilidade até 50% maior.

“O gás natural é hoje o combustível mais econômico, e com menor custo de manutenção para indústrias. Estamos prontos para ir até as cidades, nos reunirmos para apresentar para os empresários da região o potencial do gás natural”, afirma o presidente da MT Gás, Rafael Reis.

Após restabelecer o fornecimento de gás natural para Mato Grosso por meio de um contrato firme, sem interrupção, com a estatal da Bolívia, a Companhia pretende ampliar o uso do gás natural no estado. Até o momento, veículos estão sendo abastecidos com Gás Natural Veicular (GNV) na Capital, e indústrias de Cuiabá, principalmente do Distrito Industrial, têm acesso ao gás com os custos baixos para operar.

O GNC é utilizado por indústrias que possuem equipamentos que produzem altas temperaturas, e substitui outras queimas menos vantajosas como a queima de carvão, de matéria orgânica, ou a opções ainda mais onerosas, como a energia elétrica.

A MT Gás elaborou um plano estratégico para expandir a cadeia do gás para atender inclusive veículos de transporte de cargas, por meio do Gás Natural Liquefeito (GNL), que pode substituir o Diesel no transporte rodoviário.

Além dos representantes dos municípios, estiveram presentes na agenda o Francisco Jammal de Almeida, engenheiro da GNC Brasil; o diretor Comercial da MT Gás, Juliano Calçada; Leandro Reyes Teixeira de Souza, superintendente de Política Industrial, Minas e Energia da Sedec; Gilberto Lemes do Nascimento, coordenador de Competitividade Industrial e Zona de Processamento de Exportação (ZPE); e os secretários de Industria, Comércio, Turismo e Desenvolvimento dos municípios.


Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet