Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Domingo 5 de Abril de 2020

1 3
:
3 1
:
2 7

Últimas Noticias

Campanha Publicitária

Notícias / Agronegócio

27 Fev 2020 - 10:25

TRIGO: Mercado está chegando a ponto insustentável

Agrolink

“Quem deixou para comprar matéria-prima agora no mercado spot para vender farinhas também no mercado spot simplesmente não está conseguindo fechar as contas e, ao contrário, está somando prejuízo sobre prejuízo”. A afirmação é da T&F Consultoria Agroeconômica. 

De acordo com os analistas, como o trigo é um produto extremamente individualizado, com uma grande pluralidade de qualidades de grão e de subprodutos finais, há também uma grande quantidade de cálculos matemáticos a serem feitos para justificar cada uma das operações feitas com cada um dos subprodutos. 

“Tudo é uma questão de números. Números de custo de produção das lavouras, de custo de produção das farinhas, de custo de comercialização e vendas e, finalmente, custo de compra por parte do consumidor final, que faz uma verdadeira operação logarítimica (mesmo sem saber) para determinar se compra ou não o produto na gôndola”, sustentam. 

“E, no final das contas, quem manda mesmo em todo o mercado é ele, o consumidor final. E todos este números devem resultar num ganha-ganha, sob pena de toda a cadeia ruir. É isto que está acontecendo com o mercado”, apontam os analistas da T&F.

“Não tem muita mágica, os números são os ditadores absolutos das coisas. Trigo a mais de R$ 850,00 FOB (que já é muito) não remunera a produção das farinhas, levando os moinhos ao prejuízo, porque não estão conseguindo repassar os aumentos da matéria-prima para as fábricas de massas e biscoitos que, por sua vez, não estão conseguindo repassar para os supermercados, porque o consumidor final, que é quem verdadeiramente manda no mercado, não aceita aumentos e simplesmente deixa de comprar”, concluem.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet