Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Segunda-feira 6 de Abril de 2020

1 4
:
0 8
:
3 7

Últimas Noticias

Notícias / Política

28 Fev 2020 - 15:20

PSOL tenta convencer Procurador Mauro a disputar eleição suplementar ao Senado

Olhar Direto

Olhar Direto

 (Crédito: Olhar Direto)
A Executiva Estadual do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) está fazendo uma espécie de convencimento para que tenha Mauro Cesar Lara de Barros, popularmente conhecido como Procurador Mauro, como candidato ao Senado nas eleições suplementares.

A disputa será dia 26 de abril, conforme marcado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT), para vaga da ex-juíza Selma Arruda, que teve o mandato de senadora cassada após crimes eleitorais. 

Mauro já disputou sete eleições em Mato Grosso, na maioria delas buscando cargos no Executivo e sempre pelo Psol. Porém, por ser considerado pela sigla um dos melhores nomes do partido na região metropolitana de Cuiabá, maior colégio eleitoral do estado, os dirigentes buscam convencê-lo para entrar na disputa.

O secretário do partido, Moisés Franz, falou com a reportagem do Olhar Direto e disse que o nome do Procurador é preferido do grupo, mas existem outros que estão aptos.

“Queremos o Procurador Mauro e estamos em fase de convencimento, mas ele já disse publicamente que iria se afastar e não disputar. Mas, pedimos que ele analisasse melhor e estamos aguardando a decisão dele”, disse Franz.

Além de Mauro, o Psol já conversou outros membros do partido em Mato Grosso e existem três nomes que estão aptos e convencidos em disputar, caso o procurador decline. “Se acaso o Mauro desista, temos o nome do Wanderley da Guia, do José Roberto e de outras pessoas que compõe o bloco estadual. Mas, de qualquer forma podemos avisar que o PSOL terá candidato”, confirmou.

O secretário ainda destacou que o partido está muito descontente com o grupo, que se diz de esquerda, que fez reunião há poucos dias e excluiu o partido da conversa. “Disseram que o grupo de esquerda foi convocado para reunião, mas não nos chamaram. Nós também somos de esquerda. Nós também somos contra as medidas excessivas do governo Bolsonaro. Excluíram-nos da reunião, o que nos força a vir com chapa pura nessa campanha de tiro curto. Se não querem o Psol do lado deles, nós também não vamos abrir para compor com ninguém”, concluiu.

O partido deve realizar na próxima semana as prévias para resolver sobre a composição da chapa. O local e a data ainda não foram definidos pela executiva.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet