Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Terça-feira 26 de Maio de 2020

0 7
:
2 3
:
3 1

Últimas Noticias

Campanha Publicitária

Notícias / Política

11 Mar 2020 - 14:43

Justiça nega oitiva de cabo dos grampos em ação sobre extorsão praticada contra políticos

Olhar Direto

Juiz Jorge Luiz Tadeu, da Sétima Vara Criminal de Cuiabá, negou novo pedido para oitiva do cabo da Polícia Militar, Gerson Correa Júnior, no processo proveniente da Operação Liberdade de Extorsão. A ação já estava conclusa para sentença. O objetivo era anular atos de quando Selma Arruda era juíza e atuava no processo.

“Denota-se que a Defesa do réu Antônio Carlos Milas de Oliveira busca, incessantemente, protelar e embaraçar a regular tramitação do feito, com sucessivos pedidos de recursos, nos quais pleiteou por matérias já analisadas por este juízo, inclusive indeferidas”, afirmou o magistrado.
 
Gerson Correa Júnior é um dos principais nomes do caso conhecido como Grampolândia Pantaneira, que investiga e julga interceptações telefônicas realizadas de forma criminosa em Mato Grosso.
 
“O novo pedido, agora de ‘chamamento do processo à ordem’, também não prospera, porque se encontra ausente qualquer indício de que o depoimento de Gerson Luiz Ferreira Correa Junior poderá contribuir para a busca da verdade real”.
 
De acordo com a denúncia do Ministério Público, cinco jornalistas são acusados de levantar informações de agentes políticos, empresários que detinham contratos com o poder público e pessoas físicas de alto poder aquisitivo, para cometer o crime.

Na ação são réus: Antônio Carlos Milas de Oliveira e seus filhos Max Feitosa Milas e Maykon Feitosa Milas, do grupo Milas e Comunicação, ligados ao jornal Centro-Oeste Popular; o editor-chefe do Brasil Notícias, Naedson Martins da Silva; e os jornalistas Antônio Peres Pacheco e Haroldo Ribeiro de Assunção.
 
Entre as supostas vítimas dos jornalistas estão Silval Barbosa, ex-governador, e Pedro Nadaf, ex-secretário de Casa Civil.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet