Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sexta-feira 3 de Abril de 2020

0 4
:
4 3
:
4 0

Últimas Noticias

Campanha Publicitária

Notícias / Política

13 Mar 2020 - 14:39

Podemos lança Medeiros; vice-prefeito e coronel são suplentes

Candidato disse não ter mágoas com Bolsonaro, que lançou outro nome na disputa.

Mídia News

Mídia News

 (Crédito: Mídia News)

Em convenção realizada na noite desta quinta-feira (12), o Podemos confirmou o nome do deputado federal Jose Medeiros na disputa da eleição suplementar ao Senado em Mato Grosso.
 
No evento – realizado no Hotel Fazenda Mato Grosso – foram anunciados também os suplentes da chapa, ambos do Podemos.
 
A primeira suplência ficará com o vice-prefeito de Cuiabá, Niuan Ribeiro. Já a coronel da Polícia Militar, Zózima Dias dos Santos, é a segunda suplente.
 
Em entrevista coletiva, Medeiros minimizou o fato de não ter outras siglas apoiando seu projeto.
 
 
Às vezes, ficar sozinho é melhor que mal acompanhado. Não estou falando que não seria bom ter outros partidos conosco. Mas temos uma chapa extraordinária
“Às vezes, ficar sozinho é melhor que mal acompanhado. Não estou falando que não seria bom ter outros partidos conosco. Mas temos uma chapa extraordinária, estou muito contente com o que montamos”, resumiu.
 
Medeiros já ocupou o Senado por quatro anos, após o então senador Pedro Taques renunciar ao cargo para assumir o Governo do Estado.
 
O candidato se disse preparado para tentar retornar àquela Casa e afirmou que seu nome vem sendo bem pontuado nas pesquisas de opinião, de modo que seria “um erro de estratégia” não participar do pleito.
 
“Sem mágoas”
 
Medeiros disse também não ter ficado magoado com o fato de o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido) – de quem ele é vice líder na Câmara -, ter lançado uma candidatura em Mato Grosso.
 
Na noite da última quarta (11), a tenente-coronel Rúbia Fernanda Siqueira foi lançada na disputa pelo Patriotas, com direito a live de transmissão com Bolsonaro.
 
“Não vejo traição ou abandono, pelo contrário. Temos que pensar que estamos construindo um País. Neste momento, temos um comandante que tem suas estratégias. Nós que estamos no time temos que contribuir. Estou contribuindo com o projeto”, disse.
 
“Cheguei a perguntar a pessoas próximas [ao presidente] como está o projeto, se tinha algum reparo, ninguém me pediu para tirar candidatura. Está tudo muito tranquilo. Estamos tocando sem ranhura nenhuma”, acrescentou.
 
Rebateu adversária
 
Ainda durante o evento, o candidato rebateu críticas feitas por uma de suas adversárias, Gisela Simona (PROS).
 
Mais cedo, ela afirmou que Medeiros estaria em busca “do poder pelo poder”, já que já ocupa um cargo no Congresso Nacional.
 
“Todo time coloca os melhores jogadores em campo. Sinto-me preparado para jogar em qualquer posição e posso fazer um bom serviço. Meu partido me escolheu, não tenho porque dizer não”, disse.
 
“Agora, os adversários podem dizer o que quiserem. Nada tem nada a ver com ‘poder por poder’. Quem dá poder é o povo. Se o povo der esse poder, não cabe a ninguém discutir isso”, concluiu.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet