Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Quinta-feira 29 de Outubro de 2020

1 5
:
5 2
:
4 9

Últimas Noticias

Notícias / Judiciário

20 Mar 2020 - 08:21

Com dívida milionária, grupo do agronegócio com loja em Confresa pede recuperação judicial

Passivo das empresas que atuam no leste do estado supera R$ 58 milhões

Redação

Reprodução/Ilustrativa

 (Crédito: Reprodução/Ilustrativa)
Com dívidas que somam R$ 58,2 milhões, o  Grupo BR, formado pelas empresas BR Comércio de Cereais, BR Comércio de Produtos Agrícolas e BR Participações e Investimentos, deu início ao pedido de recuperação judicial para realizar a reestruturação econômica-administrativa das empresas que o integram. Em decorrência da crise da financeira que atingiu o grupo, bem como seus clientes, as empresas recorrem ao socorro jurídico para saldar dívidas 

Fundado em 2008, no município de Primavera do Leste (MT), o Grupo BR iniciou as atividades prestando consultoria técnica a produtores rurais e expandiu para o comércio de insumos agrícolas e de cereais. Atualmente atuam em todo o leste mato-grossense com filiais nos municípios de Querência e Confresa, ambos municípios de Mato Grosso.

 O advogado Antônio Frange Júnior explica que a recuperação judicial visa garantir um deságio com relação aos juros cobrados pelos credores, sobretudo por parte das instituições financeiras das multinacionais que atuam no setor do agronegócio. “A escalada nas taxas de juros inviabilizam o pagamento das dívidas e compromete a continuidade das atividades empresariais, o que representaria a perda da fonte de renda não apenas dos três sócios, bem como de seus funcionários e até mesmo de alguns prestadores de serviços”.

Caso a recuperação seja autorizada, um plano deverá ser apresentado e aprovado junto aos credores para garantir o pagamento dos mesmos. “O setor do agronegócio pode recorrer a esta ferramenta jurídica para negociar os passivos com deságio, inclusive os produtores rurais que possuem dívidas que comprometem a saúde financeira de sua atividade”, explica o advogado Frange.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet