Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sexta-feira 27 de Novembro de 2020

1 2
:
0 0
:
0 2

Últimas Noticias

Campanha Publicitária

Notícias / Agronegócio

15 Set 2014 - 13:31

MT coloca mais 1,45 mi t de milho em 4º leilão do Pepro

A região Norte de Mato Grosso ofertará 450 mil toneladas, enquanto as regiões Centro-Norte e Nordeste 350 mil toneladas cada.

Agência da Notícia com Olhar Direto

 Mato Grosso colocará mais 1,450 milhão de toneladas de milho à venda no 4º leilão do Prêmio Equalizador Pago ao Produtor (Pepro). O volume equivale a 82,8% das 1,750 milhão de toneladas posta em oferta por seis estados. Segundo a Companhia Nacional do Abastecimento (Conab), o certame será dia 18. O Mato Grosso do Sul não participa desta vez e em seu lugar entra o Tocantins.

Este será o quarto leilão. Os leilões vêm sendo realizados desde agosto, atendendo a um pedido do setor produtivo. Somente Mato Grosso colocou à venda 3,850 milhões de toneladas entre os três primeiros leilões e comercializou 3,660 milhões de toneladas.

A região Norte de Mato Grosso ofertará 450 mil toneladas, enquanto as regiões Centro-Norte e Nordeste 350 mil toneladas cada. Já a região Centro-Sul 300 mil toneladas. Goiás levará para o leilão 100 mil toneladas desta vez, enquanto o Oeste da Bahia, o Sul do Maranhão, o Sul do Piauí, e Tocantins 50 mil toneladas cada.

De acordo com o edital 151/2014 do Pepro, o quilo do milho para fins de preenchimento do DCO em Mato Grosso segue de R$ 0,226, enquanto para Goiás R$ 0,2945 o quilo e R$ 0,36/kg para o Oeste da Bahia, Sul do Maranhão, Sul do Piauí e Tocantins.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet