Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sábado 5 de Dezembro de 2020

2 2
:
1 7
:
5 6

Últimas Noticias

Notícias / Agronegócio

16 Set 2014 - 07:58

Novas liberações frigoríficas podem ocorrer em reunião dia 17 entre Rússia e Brasil

Em termos de toneladas o aumento foi de 40,8 toneladas entre janeiro e agosto de 2013 para 30,6 mil toneladas em 2014.

Agência da Notícia com Agro Olhar

 Uma reunião entre o governo brasileiro e russo está marcada para o próximo dia 17 de setembro, quarta-feira, em Moscou, na Rússia. A pauta do encontro é a interação das questões veterinárias e fitossanitárias. Há perspectivas de que novas liberações de plantas frigoríficas possam ocorrer, uma vez que ainda há unidades com restrições por parte do país localizado na região norte da Eurásia.

A informação do encontro entre o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e o Serviço Federal de Vigilância Veterinária e Fitossanitária (Rosselhoznadzor) consta no próprio site do serviço russo e confirmada para o Agro Olhar pelo Mapa.

Segundo o site russo, a realização da reunião partiu através de uma iniciativa do governo brasileiro.

Em agosto a Rússia liberou quase 100 unidades frigoríficas do Brasil a enviar carne bovina, carne suína e até lácteos para enviar produtos. Destas unidades aproximadamente oito eram de Mato Grosso, das quais apenas uma de suínos e suas miudezas. Na ocasião, em entrevista ao jornal Valor e confirmado por sua assessoria de imprensa, o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Neri Geller, declarou que duas plantas frigoríficas de suínos de Mato Grosso estavam para ser habilitadas pelo governo russo, sendo uma em Lucas do Rio Verde e outra em Sorriso.

Em 15 de junho de 2011 Mato Grosso teve 22 plantas frigoríficas impossibilitadas de enviar carne à Rússia. O país restringiu 17 unidades de carne bovina, três de suína e duas de frango. Os desembargos para Mato Grosso tiveram início em meados de novembro de 2013.

Exportações

Como o Agro Olhar já comentou as exportações de carne bovina em Mato Grosso tiveram um aumento de 25,5% em 2014, até agosto, no comparativo com 2013. Somente em agosto a alta foi de 5,5% ante julho e 36,9% o mês o ano passado.

A Rússia é o terceiro país que mais importa carne do estado, tanto que de um ano para outro com a reabertura de seus portos para a carne bovina de Mato Grosso saltou de US$ 141,1 mil para US$ 128,7 milhões. Em termos de toneladas o aumento foi de 40,8 toneladas entre janeiro e agosto de 2013 para 30,6 mil toneladas em 2014.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet