Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Quinta-feira 2 de Julho de 2020

0 3
:
2 0
:
2 7

Últimas Noticias

Enquete

Você concorda com o fechamento do comércio em Confresa?

publicidade

Notícias / Agronegócio

18 Abr 2020 - 09:11

Quantidade de fretes despenca em 30% nos portos brasileiros, diz estudo

Análise mostra que realmente estamos diante de um cenário extremamente negativo para as exportações do Brasil

Agro Link

Reprodução

 (Crédito: Reprodução)

Publicidade

Um estudo realizado pela FreteBras, revela que a quantidade média de fretes nos portos brasileiros caiu 30% em abril na comparação com março.

O levantamento mapeou os principais portos do país: Itaguaí (Rio de Janeiro), Suape (Pernambuco), Tubarão (Espírito Santo), Santos (São Paulo), Paranaguá (Paraná) e Rio Grande (Rio Grande do Sul).

De acordo com a pesquisa, o porto mais afetado foi o de Itaguaí, com mais de 64% de queda na quantidade de fretes no período analisado. Em seguida, aparecem os portos de Santos e Tubarão, ambos com redução de quase 60%. No porto de Suape, a diminuição foi de 41%, enquanto Rio Grande e Paranaguá tiveram queda de 24% e 9%, respectivamente.

"Essa análise nos mostra que realmente estamos diante de um cenário extremamente negativo para as exportações do Brasil. A demanda de transporte para os produtos chegarem aos portos caiu drasticamente em função do coronavírus, em parte explicada por uma redução na demanda internacional pela compra desses produtos e também por uma queda na produção interna", explica Bruno Hacad, Diretor de Operações da FreteBras.

O avanço da pandemia do coronavírus resultará em uma queda de, no mínimo, US$18,6 bilhões nas exportações brasileiras em 2020. A projeção, feita pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), representa um recuo de 8,3% nos valores vendidos ao exterior no ano passado.

Pesquisa anterior nos portos

Um estudo realizado pela Fretebras em março indicava que a quantidade de fretes relacionados aos portos teve redução de 7% entre janeiro e fevereiro, se comparada aos meses de novembro e dezembro do ano passado. Na ocasião, o porto de Suape foi o mais afetado com 23% de queda, seguido por Tubarão (12%) e Santos (4%).

Metodologia da pesquisa

Os números foram levantados por meio da plataforma da FreteBras, que possui mais de 390 mil caminhoneiros cadastrados, o que equivale a um terço doscaminhoneiros do Brasil. No site são publicados mais de 400 mil fretes todos os meses. Atualmente, o Brasil tem cerca de 1,2 milhão de caminhoneiros, sendo que 500 mil são autônomos, segundo a Agência Nacional de Transportes Terrestres - ANTT.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet