Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sábado 8 de Agosto de 2020

1 7
:
2 4
:
0 8

Últimas Noticias

Campanha Publicitária

Notícias / Geral

27 Abr 2020 - 08:25

Atraso na conclusão de pontes, afeta retomada da pavimentação na MT-413 em Santa Terezinha

Sinfra deve convocar nova empreiteira para concluir pontes após Via Áppia não avançar em canteiro de obra.

SEMANA 7

Publicidade

A cidade de Santa Terezinha localizada na região Norte do Araguaia e, distante capital 1.700 quilômetros, aguarda pela conclusão da obra de três pontes na MT-413 que liga a BR-158, próximo ao polo de Confresa.

A obra foi iniciada em maio de 2019 atualmente está paralisada. Veja mais fotos no final da matéria.

O Semana7 entrou em contato com a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), que informou que já está em processo de contratação para que uma nova empresa realize os trabalhos que estavam em execução nas pontes sobre os córregos Eletro e Eletro II, ambas com extensão de 31 metros e no córrego Fundo, com distância de 41 metros. A obra sob responsabilidade da Via Áppia Projetos e Constuções.

Em abril de 2019, quando o governador Mauro Mendes (DEM), no Fórum Cidades de Mato Grosso, em Cuiabá, lançou mais de 100 obras, entre essas, estavam as pontes na MT-413, e que após sua conclusão, daria ordem de serviço para o término da pavimentação de cerca de 20 quilômetros que restam do total de 95 de seu trajeto.

Além da construção das pontes; uma das mais importantes obras de mobilidade da região do Norte Araguaia, a pavimentação da MT-413 que liga Santa Terezinha ao eixo da BR-158, num trecho de aproximadamente 95 quilômetros, também está paralisada.

O serviço estava sendo realizado pela construtora Rio Tocantins. Ao todo, 70 km foram pavimentados, ou seja, 80% da obra. As construções fazem parte de um programa do Governo do Estado, que anunciou em 2019, a construção de pontes que se estenderia por três anos. Cerca de 4 mil pontes de concreto e bueiros celulares serão edificados, para substituir as estruturas de madeira hoje existentes Na segunda fase do programa lançado esse ano, o governo destinou 550 milhões de reais para a construção de pontes de pequeno, médio e grande porte em várias cidades do Estado.

A contratação das operações de crédito será através da Caixa Econômica Federal, no âmbito do Programa de Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento na Modalidade Apoio Financeiro (FINISA). Nos trechos da MT-413 que ainda não receberam pavimentação, atoleiros são formados pelas chuvas, impossibilitando a passagem de veículos pesados, o que empaca o desenvolvimento daquela região do Estado.

O grande fluxo de veículos de carga para escoamento de grãos e a chegada de insumos às propriedades rurais do município, agregado a falta de pavimentação comprometem a qualidade da via.

Em 2013, quando lançou o Programa MT-Integrado, Silval Barbosa, então governador por meio da Secretaria de Estado de Transporte e Pavimentação Urbana (Setpu) apresentou o orçamento de investimento de aproximadamente R$ 86,7 milhões em asfalto na rodovia estadual MT-413.  

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet