Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Terça-feira 26 de Maio de 2020

0 4
:
4 4
:
1 7

Últimas Noticias

Notícias / Agronegócio

20 Mai 2020 - 09:15

Rebanho confinado em MT deve ser menor desde 2008, aponta Imea

Expectativa é de que 577,5 mil animais sejam terminados no cocho este ano, número 30% inferior ao registrado no ano passado

Canal Rural

O número de animais confinados este ano em Mato Grosso deve ser quase 30% menor que o registrado em 2019. A projeção é do Imea, que divulgou o primeira pesquisa de intenção de confinamento para 2020. A pesquisa ouviu 123 pessoas (entre técnicos, gerentes e proprietários), o equivalente a 71,1% das 173 unidades de confinamento existentes no estado.

De acordo com o Imea, 31,7% dos produtores declararam que não vão confinar animais este ano. O número é o mais expressivo desde abril de 2013, quando 33% dos pecuaristas afirmaram que não iriam terminar animais no cocho naquele ciclo. Na pesquisa atual, 14,6% dos confinadores ainda não decidiram se vão ou não confinar este ano.

O preço do boi gordo é apontado como o maior motivo de preocupação, seguido pelos efeitos da pandemia de Covid-19 no consumo doméstico; pelos elevados custos dos insumos para suplementação e das cotações dos animais de reposição. O bezerro de 12 meses, por exemplo, vale hoje em Mato Grosso 27,5% a mais que há um ano.

O levantamento aponta ainda que os pecuaristas adquiriram mais da metade (56,4%) do rebanho que será confinado, além de 75% dos insumos necessários.

A previsão do imea é de que ao todo, 577.550 animais sejam confinados este ano no estado. O volume é 16,45% por cento inferior ao registrado na primeira primeira pesquisa de intenção de abril do ano passado 29,93% menor que o rebanho total que foi confinado em 2019, quando mais de 824.225 bovinos foram terminados no cocho. Se confirmado, este número também será o menor desde 2008, quando 543,5 mil bovinos foram confiados em Mato Grosso.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet