Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Quinta-feira 9 de Julho de 2020

1 6
:
5 3
:
2 1
publicidade

Notícias / Agronegócio

4 Jun 2020 - 09:19

Infiltração no silo pode gerar fungos e intoxicar ração dos animais

Procedimentos parecem simples, mas separação de impurezas e controle de temperatura requerem atenção dos profissionais envolvidos

Canal Rural

Publicidade

Antes de preparar uma receita, é preciso avaliar a qualidade dos ingredientes, mantê–los em um lugar seguro e higienizar os utensílios. Com as rações dos animais, não é diferente. Juliano Roman, supervisor de uma unidade de produção em Trindade do Sul (RS), explicou que tudo começa no recebimento da matéria-prima. “Conferimos se os grãos estão dentro dos padrões acordados com os fornecedores. É uma etapa importantíssima, porque, durante a produção, não conseguimos melhorar a qualidade dos grãos, apenas manter”, disse. Após as etapas de recebimento e classificação, veículos descarregam a matéria-prima através de tombadores. Os grãos que precisam de beneficiamento passam pelas máquinas de pré–limpeza, onde são separadas as impurezas e os grãos quebrados e, depois, de acordo com a necessidade, passam pela etapa de secagem ou são armazenados. 

O processo de secagem ocorre sempre que a matéria–prima apresenta umidade acima do padrão ideal. Nessa etapa, são tomados cuidados com a temperatura ideal e com o tempo de processamento. Como os grãos são organismos vivos, temperaturas excessivas podem causar danos. Tudo deve correr bem para não comprometer a etapa posterior: o armazenamento. 

O processo de armazenamento é muito importante para a manutenção da qualidade. É preciso verificar se os silos estão limpos, sem insetos e sem infiltrações de água. Em um sistema chamado “termometria e aeração”, a temperatura e a umidade dos grãos são monitoradas 24 horas por um sistema de automação. “Caso necessário, o sistema de aeração entra em ação para garantir que a temperatura dos grãos armazenados fique dentro do padrão estabelecido. É muito importante realizar verificações periódicas e calibração dos sistemas para garantir que estejam funcionando corretamente. Se o sistema de termometria não estiver medindo a temperatura correta dos grãos armazenados, podem haver perdas irreversíveis no processo de produção das rações”, afirmou Juliano.

Através de um programa instalado no computador, é possível acompanhar as oscilações dentro de cada silo. A ferramenta permite configurar o manejo da aeração e auxilia na manutenção da qualidade dos grãos. “Acompanho temperatura ambiente, umidade relativa ambiente e temperatura dos grãos armazenados. Os cuidados na etapa de armazenamento também estão relacionados ao recebimento dos grãos e à transferência para o processo produtivo. No recebimento, a limpeza  possibilita a retiradas de impurezas, como caules, folhas, pedras ou qualquer outro resíduo resultante da colheita. Na secagem, cuidamos para que a lenha utilizada não contamine os grãos. Finalmente, no armazenamento, tempo, temperatura e medidas para que não haja proliferação de insetos são requisitos para a obtenção de um bom grão ao final do processo”, finaliza Juliano. 

De acordo com o zootecnista Ivânio Bueno, os silos da granja também requerem cuidados com infiltração e umidade para que a qualidade nutricional da ração não seja afetada. “É preciso evitar o desenvolvimento de fungos, que podem produzir substâncias tóxicas para os animais. Já quando o produtor recebe as rações ensacadas, é preciso mantê–las afastadas das paredes e evitar o contato direto com o piso, sempre acomodando em pallets, já que a umidade migra. O sabor, o aroma e a cor da ração ajudam a identificar uma deterioração. Quando isso acontece, os animais podem até mesmo deixar de se alimentar. A ração deteriorada deve ser descartada na composteira. No caminhão de ração também podem haver infiltrações, principalmente em dias de chuva, facilitando a proliferação de fungos. Os motoristas devem estar sempre atentos”, orientou Ivânio. 

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet