Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Segunda-feira 10 de Agosto de 2020

1 8
:
5 7
:
1 9

Últimas Noticias

Notícias / Agronegócio

17 Jun 2020 - 09:01

Tendências para o milho foram discutidas na Abertura Nacional da Colheita

Especialistas e autoridades falaram sobre comercialização, produtividade e desafios enfrentados neste ano

Canal Rural

Publicidade

A Abertura Nacional da Colheita do Milho aconteceu nesta terça-feira, 16, em Nova Mutum (MT). O analista Paulo Molinari, da consultoria Safras & Mercado, participou do evento e destacou a comercialização do milho segunda safra, que já alcançou 40%. “Em 2021 também já temos negócios, porque os produtores vão antecipando as compras de insumos”, comenta.

De acordo com o diretor-executivo de commodities da Seara, Arene Trevisan, a comercialização da safra de verão 2020, que na média dos últimos cinco anos costuma estar em 4%, está em cerca de 12%.

Representantes de vários estados participaram do evento e compartilharam as expectativas de produção em cada região. No Paraná, por exemplo, a previsão é de queda de 25%. “Algumas regiões tem expectativa de perda acima de 30%, então não são notícias boas”, diz Molinari.

Em Mato Grosso do Sul, também há expectativa de perda, de 23%. “Tivemos problemas com atraso no plantio da soja na safra 2019/2020, o que culminou em um atraso na semeadura do milho. Esse milho foi afetado pela seca e a nossa expectativa ficou abaixo de 80 sacas por hectare”, afirma André Dobashi, presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso do Sul (Aprosoja/MS).

O evento contou com a presença do presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), deputado federal Alceu Moreira (MDB-RS), e da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, que deixou um recado: “Isso reforça a imagem que o Brasil tem uma agricultura sustentável, que não para. Um agro que ajuda o país e o mundo”, diz.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet