Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Quinta-feira 13 de Agosto de 2020

1 7
:
3 3
:
5 8

Últimas Noticias

Campanha Publicitária

Notícias / Geral

19 Jun 2020 - 15:30

Prefeito acusa velório de “espalhar Covid-19” e revolta família

Esposa disse que só houve sepultamento e que regras de segurança foram cumpridas

Mídia News

Reprodução

 (Crédito: Reprodução)

Publicidade

Um vídeo gravado pelo prefeito de Cáceres Francis Maris (MDB) - e que está circulando nas redes sociais - gerou revolta entre os familiares do ex-reitor da Unemat Adriano Silva, que faleceu, no último dia 4, vítima da Covid-19 (novo coronavírus).

 

Na gravação, o prefeito diz que o velório de Adriano foi “um grande problema” ao Município. Para conter o avanço da doença, há um decreto proibindo a realização de velórios na cidade.

 

“O velório, sepultamento do professor Adriano, infelizmente, as pessoas foram para se despedir, para prestar solidariedade à família. Resultado: já temos mais de 10 ou 15 pessoas contaminadas. Pegaram [o vírus] no velório”, disse o prefeito.

“A esposa do Adriano testou positivo, os filhos também e aumentou muito nossos números na cidade em função disso aí”, emendou.

 

“Mentira e irresponsabilidade”

 

Em uma nota publicada nas redes sociais, a viúva de Adriano, Anelise Dolores, afirmou que a família recebeu as declarações do prefeito com indignação. Ela classificou o vídeo como “irresponsável”.

 

Ao contrário do que foi alegado pelo prefeito, Anelise garantiu que o corpo de seu esposo não foi velado, tendo havido apenas o cortejo.

 

“Nós realizamos um cortejo onde todos ficaram em seus respectivos veículos. Todos que desceram, durante o enterro, respeitaram as normas de segurança, como uso de máscara e distanciamento recomendado pelo Ministério da Saúde”, escreveu.

 

Ela disse ainda que, todos os que tiveram contato com o ex-reitor foram submetidos a testes de Covid e os resultados foram negativo. A exceção dela e do casal de filhos, que contraíram a doença.

Na publicação, Anelise ainda divulgou uma relação com o nome de todos aqueles que participaram do sepultamento.

 

“Aproveito para deixar minha indignação e tristeza, pois nem diante de um acontecimento tão trágico para a nossa família, o atual prefeito respeita nossa dor. Por favor, parem de falar inverdades e respeitem nosso luto”, disse.

 

Por fim, ela ainda questionou o prefeito sobre as medidas de isolamento social que estariam deixando de ser adotadas na cidade e citou pontos do Município que registram intensa circulação de pessoas.

 

“Quero ainda fazer um questionamento: por que na Praça Barão do Rio Branco, na orla do Rio Paraguai e nos bares da cidade vemos tantas pessoas aglomeradas, sem se importar com o uso da máscara ou com o respeito ao distanciamento social? O que está sendo feito aqui em Cáceres contra a disseminação deste vírus maldito que acabou tirando de nós quem mais amamos neste mundo?”, questionou.

 

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet