Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sábado 28 de Novembro de 2020

0 4
:
5 5
:
4 2

Últimas Noticias

Notícias / Geral

13 Jul 2020 - 15:50

Fora da AL com retorno de Kardec, Romoaldo pode voltar ao cargo com possível licença de deputada

Olhar Direto

Rogério Florentino/Olhar Direto

 (Crédito: Rogério Florentino/Olhar Direto)
Exercendo o cargo de deputado estadual por um ano e quatro meses, desde que Allan Kardec (PDT) assumiu a secretaria de Cultura, Esporte e Lazer do governo de Mauro Mendes (DEM), em fevereiro de 2019, o suplente Romoaldo Junior (MDB) deixou a Assembleia Legislativa após a saída de Kardec, mas pode voltar ao exercício do mandaton ainda em julho, com um possível afastamento da deputada Janaína Riva (MDB), que está no oitavo mês de gestação.

Romoaldo, que já esteve na Assembleia Legislativa por dois mandatos teve 18,4 mil votos na eleição de 2018 e é o primeiro suplente da coligação chamada ‘Pra Mudar Mato Grosso’, que além do MDB, contou com PDT, PSC, DEM, PHS, PMB e PSD.

A coligação que elegeu oito deputados estaduais, já deu a oportunidade para os suplentes Silvano Amaral (MDB), Pedro Satelite (PSD), ao vereador Toninho de Souza, hoje no PSDB, além do próprio Romoaldo.
 
No mês passado, a deputada Janaína Riva comemorou a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que alterou a Constituição Estadual, concedendo o direito de licença maternidade de seis meses a deputadas.
 
Como a parlamentar está em seu oitavo mês de gestação, tudo indica que ela pode se licenciar nas próximas semanas e conceder à Romoaldo, seu colega de partido, o período de mais seis meses em exercício no legislativo.
 
Atualmente, a Assembleia Legislativa conta com os suplentes em exercício Silvano Amaral (MDB), que está no lugar de Thiago Silva (MDB) e Pedro Satélite (PSD), que ocupa a vaga do decano Sebastião Rezende (PSC).

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet