Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sexta-feira 14 de Agosto de 2020

0 1
:
4 7
:
0 3

Últimas Noticias

Campanha Publicitária

Notícias / Política

15 Jul 2020 - 14:40

SES rebate Emanuel: antes de se preocupar com bombas de infusão, seria bom entregar o que foi anunciado

Isabela Mercuri/Olhardireto

Publicidade

O secretário de Estado de Saúde Gilberto Figueiredo afirmou que, antes de se preocupar com as bombas de infusão, a Prefeitura de Cuiabá deveria entregar os vinte leitos de UTI que foram prometidos. Segundo ele, até a noite de terça-feira (14) os vinte leitos prometidos não estavam disponíveis na central de regulação.O prefeito Emanuel Pinheiro havia afirmado que, apesar de ter os respiradores disponíveis, não estava encontrando as bombas de infusão no mercado, e chegou a fazer apelo para o governo do Estado. Gilberto disse que pode negociar esta ajuda, mas cobrou os leitos que já estão prontos.
 
“Quando se resolve o problema do respirador, entra um novo problema que agora é bomba de infusão, e também estamos com problemas para encontrar medicamentos. Mas antes de nos preocuparmos com bomba de infusão para criar novos leitos, é bom disponibilizar o que foi anunciado. Acho que uma coisa vem antes da outra. Talvez colocar em funcionamento os que já estão montados será melhor”, disse o secretário.
 
Gilberto ainda anunciou que o próprio Governo do Estado implementou 34 novos leitos (20 na Santa Casa, nove em Sinop e cinco contratualizados junto ao Hospital São Luiz, de Cáceres), e até o início do próximo mês, a intenção é ter pelo menos 150 novos.
 
Até o final desta semana devem ser entregues 10 leitos em Campo Verde, 10 em Pontes e Lacerda, 10 em Água Boa, 10 em Peixoto de Azevedo. Até dia 27 de julho, foram contratualizados com hospital privado de Nova Mutum 20 novos leitos; há iniciativas em curso de 10 novos leitos em Confresa. “Até o início do próximo mês queremos fazer mais de 150 leitos novos de UTI, inclusive os novos no hospital regional de Cáceres, onde estamos fazendo edificação emergencial”, completou Gilberto.

A Prefeitura de Cuiabá se manifestou por meio de nota:

A respeito dos 20 novos leitos de UTI no Hospital Referência à Covid-19, a Prefeitura de Cuiabá informa que:

- Na segunda-feira (13), mesmo dia da abertura dos leitos, houve a disponibilização para a Central de Regulação e dois pacientes foram encaminhados naquele mesmo dia.
- Na terça-feira (14), pela manhã, um desses pacientes veio a óbito. Outros 3 pacientes de Cuiabá (um transferido de hospital privado, um que estava na UPA Morada do Ouro e outro que estava na Policlínica do Coxipó) passaram a ocupar os novos leitos, por meio da Central de Regulação. - Na terça-feira (14), a Central de Regulação contava ainda com 7 pacientes do interior necessitando de vaga de UTI para Covid-19. No entanto, esses casos dependem de disponibilização de transporte (muitas vezes aéreo) com UTI móvel, o que não depende da Prefeitura de Cuiabá, que já disponibiliza os leitos no Hospital Referência. 
- Na manhã desta quarta-feira (15), há 3 pacientes ocupando os novos leitos de UTI no Hospital Referência. Outros 3 leitos de UTI já estão aguardando admissão de pacientes. 
- A contagem de leitos, chamado de censo pela Regulação, é feita três vezes ao dia, sempre na troca de plantão, o que torna esse número dinâmico.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet