Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sábado 22 de Janeiro de 2022

0 0
:
2 6
:
4 9

Últimas Noticias

Notícias / Política

23 Set 2014 - 14:02

Pivetta: “Eles estão em fase de agonia e se juntaram para atacar"

Coordenador de Taques, Otaviano Pivetta diz que "malandragens estão chegando ao fim"

Agência da Notícia com Mídia News

 Coordenador-geral da campanha de Pedro Taques (PDT) ao Governo do Estado, o prefeito licenciado de Lucas do Rio Verde, Otaviano Pivetta (PDT), afirmou que os adversários Lúdio Cabral (PT) e José Marcondes Muvuca (PHS) estão em “fase de agonia”.

E que, por isso, se juntaram para atacar Taques, que lidera nas pesquisas de opinião.
"Os ataques são uma demonstração inequívoca que existe uma organização entre eles. Eles estão articulados"
“Os ataques são uma demonstração inequívoca de que existe uma organização entre eles. Eles estão articulados. Estão acostumados a usufruírem do Estado, seja através de cargos ou amigos que estão no Governo, com apoios e favores”, disse.

Pivetta foi incisivo ao se referir ao adversários.

“Esses candidatos estão assustados porque estão vendo o fim das ‘maracutaias’, das malandragens. Todos estão em fase da agonia e começam a dar tiro para todo lado. São frutos da mesma árvore”.
"Esses candidatos estão assustados porque estão vendo o fim das ‘maracutaias’, das malandragens. Todos estão em fase da agonia."
Ele também minimizou as críticas de Muvuca, de que Pedro Taques não representaria mudanças, uma vez que é o “maior laranja da face da terra”, por ser apoiado por “milionários”, como o próprio prefeito e o produtor Eraí Maggi (PP).

“Não vou responder aos delírios e a falta de respeito deste cidadão. Não vale a pena. Agora, questiono: quem é laranja? Ele ocupa e cumpre o legítimo papel. Ele e os outros”, disse.

"Preparado para o Governo"

Apesar de rebater as críticas dos adversários, Otaviano Pivetta (PDT) afirmou que o senador Pedro Taques deve focar sua campanha em propostas, ao invés de rebater outros candidatos.

“O senador está preparado para ser governador. Então, precisa dar uma peneirada. Não pode ficar nesse jogo baixo que estão convidando ele para entrar. Ele não pode ficar discutindo com pessoas que a sociedade nem reconhece como candidatos. Ele tem que continuar fazendo campanha para a sociedade, não responder baixarias de gente que não tem credibilidade e nem habilitação para ser candidato”, completou.

 
Sitevip Internet