Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sexta-feira 7 de Agosto de 2020

1 3
:
0 7
:
4 7

Últimas Noticias

Notícias / Agronegócio

23 Jul 2020 - 17:13

Café anda de lado e indica dia de realização de lucros após altas no último pregão

Notícias Agrícolas

Publicidade

As cotações do mercado futuro do café arábica iniciaram a sessão desta quinta-feira (23) com quedas técnicas para os principais contratos, indicando uma sessão de realização de lucros após a explosão de preços no último pregão. 

Por volta das 09h14 (horário de Brasília), setembro/20 tinha baixa de 65 pontos, valendo 107,65 cents/lbp, dezembro/20 recuava 55 pontos, negociado por 110,45 cents/lbp, março/21 tinha baixa de 55 pontos, valendo 112,45 cents/lbp e maio/21 tinha recuo de 100 pontos, negociado por 113,05 cents/lbp.

Conforme já havia sido previsto por analistas, durante o período de colheita, o clima no Brasil deve ditar o ritmo de preços no exterior. Neste pregão, segundo o site internacional Barchart, os preços voltaram a subir após novas previsões para o sul de Minas Gerais serem divulgadas durante a última sessão. As principais referências registraram valorização acima de 600 pontos. 

O queda no dólar também deu suporte aos preços do café na última sessão. Nesta quinta-feira, no entanto, a moeda iniciou o pregão com alta de 0,47% e cotado por R$ 5,14 na venda e pode voltar a pressionar os preços em Nova York. Em contrapartida, o dólar valorizado incentiva as exportações. O Brasil é o maior produtor e exportador de café do mundo. "O dólar abriu em alta contra o real nesta quinta-feira, sofrendo ajuste após perdas expressivas nas últimas sessões, enquanto os investidores mudavam seu foco para as relações entre Estados Unidos e China, à espera de novos desdobramentos nos seus conflitos diplomáticos recentes", destacou a agência Reuters em sua primeira análise do dia. 

Mercado Interno - Última sessão 

No Brasil, as cotações do mercado físico acompanharam o exterior e encerram a quarta-feira (22) com valorização nas principais praças produtoras do país. 

O tipo 6 bebida dura bica corrida teve alta de 4,88% em Guaxupé/MG, valendo R$ 537,00. Araguarí/MG teve valorização de 3,92%, negociado por R$ 530,00. Em Varginha/MG a alta foi de 6,80%, negociado por R$ 550,00. Espírito Santo do Pinhal/SP teve alta de 4,17%m, valendo R$ 500,00 e Franca/SP registrou alta de 5,88%, valendo R$ 540,00.

O tipo cereja descascado também teve um dia de altas para as principais regiões. Guaxupé/MG teve alta de 2,77%, valendo R$ 593,00, Poços de Caldas/MG tinha alta de 3,39%, valendo R$ 610,00, Varginha/MG teve alta de 6,90%, sendo negociado por R$ 620,00. Patrocínio/MG manteve a estabilidade por R$ 550,00 e Campos Gerais/MG manteve o valçor de R$ 584,00.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet