Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sexta-feira 14 de Agosto de 2020

1 9
:
2 7
:
3 4

Últimas Noticias

Notícias / Cidades

31 Jul 2020 - 09:00

Secretário afirma que restrição de horário facilita aglomerações

Atividades não essenciais foram retomadas na última semana; decreto impõe restrição de horário

Mídia News

Reprodução

 (Crédito: Reprodução)

Publicidade

O secretário-chefe da Casa Civil Mauro Carvalho demonstrou contrariedade com o decreto baixado pelo prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB), por meio do qual o emedebista impõe restrições de horários às atividades não essenciais na Capital.

Na avaliação de Carvalho, ao adotar tal medida, o Município acaba contribuindo para que haja um maior número de pessoas nos estabelecimentos e, consequentemente, maior chance de contaminação pela Covid-19.

“O Governo fez um decreto em relação a capacidade de atendimento de todas atividades. Agora, a questão de horários é de atribuição da Prefeitura. O Governo não tem como interferir em horário de funcionamento”, disse o secretário em entrevista à Rádio Nativa FM.“Eu, particularmente, sou contra a restrição de horário. Até porque, se todo mundo trabalhasse 24 horas por dia, teríamos um espaço tão grande de atividades que correríamos muito pouco risco de aglomeração. Quando você concentra, tem um maior número de pessoas”, emendou.

Na avaliação do chefe da Casa Civil, a medida mais adequada como forma de conter uma maior proliferação do vírus seria estender os horários de atendimentos dos segmentos.

A princípio, o decreto do prefeito Emanuel Pinheiro vale por 15 dias, contados desde a última segunda-feira (27).

A publicação permitiu a reabertura de shoppings centers, bares, restaurantes, academias e parques, entre outros. 

Veja o horário das atividades:

- Comércio de rua: segunda a sábado das 9h às 17h; à exeção de farmácias, drogarias, supermercados e postos, que não possuem limitação de horário

- Shopping centers: segunda a sábado das 11h às 21h; à exceção de domingos e feriados em que os lojistas poderão funcionar por delivery

- Shopping Popular: segunda a sábado das 9h às 17h

- Conveniências e distribuidoras: segunda a sábado de 12h às 21h; consumo local está proibido

- Academias de musculação, natação e congêneres: segunda a sábado das 6h às 12h e das 16h às 21h

- Bares e restaurantes e congêneres: segunda a sábado das 11h às 21h

- Salões de beleza e barbearias: segunda a sábado das 10h às 20h

- Prestação de serviço em geral: segunda a sábado das 8h às 16h

- Lanchonetes, padarias, açougues, sorveterias e cafeterias: segunda a domingo das 6h30 às 19h

Segundo o prefeito, o toque de recolher, a partir desta terça-feira (28), funcionará das 22h às 5h na Capital e segue até o próximo dia 12 de agosto. 

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet