Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sexta-feira 7 de Agosto de 2020

1 2
:
0 5
:
1 2

Últimas Noticias

Notícias / Polícia

31 Jul 2020 - 14:10

Em depoimento, adolescente reproduz como ocorreu disparo em amiga; vídeo

Menor descreveu como case com armas caiu e ela acabou disparando acidentalmente no rosto de Isabele Ramos

Folha Max

Reprodução

 (Crédito: Reprodução)

Publicidade

Em depoimento prestado no dia 14 de julho, a adolescente de 14 anos que efetuou o disparo que matou a amiga Isabele Ramos no último dia 12 "reproduziu" como ocorreu o tiro, supostamente, acidental. O depoimento ocorreu na Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), que à época coordenava as investigações.

No depoimento, a autora do disparo explicou como pegou as armas e se dirigiu ao quarto onde ocorreu o disparo. “Meu pai pediu para alguém subir com o case, eu subi com ele (o case). Eu vi a Bel (Isabele) subindo para o meu quarto. Aí eu subi atrás porque eu fui chamar ela”, disse a jovem, em vídeo divulgado pelo site Hipernotícias, onde o rosto e a voz da jovem foram desfocados.Pouco depois, os delegados forneceram a ela duas pistolas descarregadas e um case para que mostrasse como ocorreu o tiro acidental. Por cerca de 2 minutos ela tentou reproduzir a cena e mostrou como pegou a arma.

Na oitiva, a jovem explicou o que foi fazer atrás da amiga com um case com duas armas na mão. "Primeiro eu queria saber o que ela estava fazendo e depois eu queria chamar ela para ela levar torta para a mãe dela porque ela tinha brigado com a mãe dela. Daí, eu ia falar para ela levar torta porque a gente fez torta de limão para ela", assinalou.A menina disse ainda que a amiga foi para o banheiro e ela foi chamá-la. Em seguida, detalhou o disparo. "Quando eu fui bater na porta do banheiro, o case caiu da minha mão. Eu fui pegar ele (o case) com uma mão e a arma com a outra. Aí eu subi eles e quando estava colocando a arma, ela disparou", relatou.

No depoimento, a adolescente contou sobre o dia que passaram na mansão no condomínio Alphaville 1. Segundo ela, Isabele chegou ao local pouco depois das 13h00 e foi para o quarto, onde ficou conversando com a autora do disparo e sua irmã gêmea. Elas ficaram um tempo no quarto e, em seguida, desceram para organizar algumas fotos da família.

Depois, elas subiram novamente para o quarto.

DEPOIMENTOS

Agora, o inquérito sobre o caso está sob comando da Delegacia de Defeda dos Direitos da Criança e Adolescente (Deddica) e também da Delegacia Especializada do Adolescente (DEA). Diversos depoimentos já ocorreram, mas a Polícia Civil evita se manifestar porque o caso ocorre em sigilo.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet