Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sexta-feira 14 de Agosto de 2020

2 0
:
2 4
:
1 7

Últimas Noticias

Notícias / Política

31 Jul 2020 - 15:00

Mesmo sem apoio de Bolsonaro, Medeiros mantém o projeto de voltar ao Senado

RD News

Mikail Favaressa

 (Crédito: Mikail Favaressa)

Publicidade

Com a definição do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para as eleições unificadas municipais e ao Senado em 15 novembro, o deputado federal José Medeiros (Podemos) aposta na candidatura e vai manter a chapa escolhida na convenção de março.

Apesar de já ocupar um cargo eletivo no Congresso, o ex-senador considera que o Senado “tem maior poder de fogo” e poderá buscar auxílio do governo federal em infraestrutura e saúde para o estado. Até agora  não conseguiu o apoio do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) que teria preferência por outros nomes.“Aceitei o desafio do meu partido e quero voltar ao Senado para continuar ajudando o meu estado e o meu país”, disse ao .

A chapa ainda conta com o vice-prefeito de Cuiabá Niuan Ribeiro (Podemos) como 1º suplente e a coronel da reserva Zósima Dias dos Santos como 2º suplente. A vaga disputada é da senadora cassada por caixa 2, Selma Arruda, do mesmo partido de Medeiros.

O pleito estava marcado para 26 de abril, mas foi suspenso devido à pandemia de Covid-19. Na semana passada, o TSE optou por unificar a escolha com as eleições municipais.

“Foi uma decisão acertada do TSE, uma vez que a eleição fora adiada e posteriormente cancelada. Não faria sentido fazer em outra data, com mais gastos e mais aglomeração desnecessários”, avaliou o parlamentar.

Apoio de Bolsonaro

O deputado é um dos maiores defensores do Governo Bolsonaro, mas não conseguiu o apoio do líder à sua candidatura. Até abril, com articulação de Victório Galli (PSL), Bolsonaro apoiaria a tenente-coronel PM Rúbia Fernanda. Mas a situação pode ter mudado e o presidente está mais próximo de apostar em Reinaldo Morais (PSC), o que estaria sendo construído pelo pastor Silas Malafaia.

Mesmo sem o apoio público de Bolsonaro, Medeiro, vice-líder do governo na Câmara, não desanima e acredita que a experiência pode contar na decisão do eleitor.

“O mandato de senador tem um poder de fogo maior, tenho vivência na Casa, conheço boa parte dos senadores que estão lá, então seria um ganho para o estado ter 3 parlamentares com experiência no Senado jogando por um só time”.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet