Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sábado 28 de Novembro de 2020

1 6
:
0 7
:
4 2

Últimas Noticias

Notícias / Polícia

10 Ago 2020 - 10:00

Empresário preso afirmou à PM que iria "acertar as contas" com prefeito de Cuiabá

Suspeito agrediu segurança da subprefeitura da Regional Leste, que fica no mesmo bairro onde Emanuel Pinheiro mora

AMANDA DIVINA/Folha Max

Reprodução

 (Crédito: Reprodução)
O empresário Gustavo Lima Franco, de 28 anos, que foi preso na noite deste sábado (8) acusado de invadir a sede da Regional Leste da prefeitura de Cuiabá, no bairro Jardim das Américas, e agredir o vigilante do local, afirmou para a Polícia Militar que iria "acertar as contas" com o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB). Ele foi preso quando estava no bairro Jardim das Américas, em direção à casa do chefe do Executivo portando um machado.

De acordo com as informações da Polícia Militar, o rapaz danificou a porta para entrar no local subprefeitura da Regional Leste. Abordado, questionou se o servidor apoiava o prefeito e, após a resposta, lhe agrediu com golpes do cabo de um machado. Também deu chutes no funcionário público e danificou sua motocicleta, quebrando o retrovisor.

Na sequência, disse que iria até a casa do prefeito com o machado nas mãos. O segurança do local acionou a PM, que encontrou o empresário próximo a casa do gestor. Após dizer que iria "acertar as contas" com ele, o suspeito começou a agredir os militares e precisou ser algemado. Ele foi levado para a delegacia sem lesões.

O AGRESSOR

Nas redes sociais, Gustavo Lima Franco realiza diversos comentários políticos e também faz "apologia" ao uso de machado.

Ele também já fez ameaças a políticos. Durante o processo de cassação do vereador Abílio Junior, ele ameaçou o vereador Toninho de Souza (PSDB), relator do caso. Inclusive, chegou a mandar mensagem à esposa do parlamentar.

OUTRO LADO

Em nota, a prefeitura de Cuiabá se posicionou contra atos de violência e disse confiar nas investigações das autoridades policiais.

Veja a íntegra da nota:

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, repudia atos de violência e que contrariem a liberdade de expressão e divergências políticas. O chefe do executivo reforça sua confiança nas autoridades policiais para apuração dos fatos para que se identifique a autoria dos atos que afrontam a democracia, sua família e sua segurança.

Na noite de sábado (8/8), um homem, que já havia sido detido por ameaçar autoridades políticas, agrediu um segurança lotado na Regional Leste (que fica no bairro Jardim das Américas), quebrou a porta da unidade pública com um machado e se deslocava para casa do prefeito, mas acabou preso pela Polícia Militar. Posteriormente, ele encaminhado até à Delegacia da Polícia Civil.  O segurança agredido, de 42 anos, prestou queixa e foi submetido a exame de corpo de delito.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet