Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sexta-feira 18 de Setembro de 2020

1 4
:
5 5
:
4 2

Últimas Noticias

Notícias / Geral

28 Ago 2020 - 11:50

Após prisão de presidente do PSC, Xuxu afirma que sigla defende valores morais

RD News

Reprodução

 (Crédito: Reprodução)
Opresidente do PSC em Mato Grosso, deputado Xuxu Dal Molin, emitiu nota comentando o afastamento do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, e a prisão temporária do presidente nacional da sigla, o Pastor Everaldo, por suspeita de participação em esquema de desvios na saúde do estado carioca.

Conforme o parlamentar, o partido recebe a notícia com tristeza. Afirma que respeita as ações da Justiça e ressalta que o PSC foi criado "com base em princípios concretos, primordiais para a preservação dos valores morais e cristãos que regem a sociedade, entre eles o combate à corrupção".“O grande mal do Brasil é a impunidade. Esse é o combustível que move a corrupção. Precisamos punir de forma exemplar os atos comprovados de corrupção e todos os demais crimes. Temos por princípio respeitar a Justiça, não toleramos impunidade no Brasil. Então, vamos aguardar a Justiça e seguir trabalhando de forma honesta, como sempre fizemos”, declarou Xuxu.

O presidente regional ainda declara que a legenda espera que os fatos sejam esclarecidos o mais rápido possível, para que esse ocorrido não venha a abalar confiança da sociedade em seus demais representantes.

Operação da PF

O afastamento imediato de Witzel e prisão do Pastor Everaldo foi autorizada pelo ministro Benedito Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que negou, no entanto, o pedido do Ministério Publico Federal para também decretar a prisão do governador carioca.

No total, são 17 mandados de prisão, sendo seis preventivas e 11 temporárias, e 72 de busca e apreensão.

A Procuradoria-Geral da República denunciou Witzel e mais oito pessoas por corrupção. A acusação leva em conta pagamentos efetuados por empresas ligadas ao empresário Mário Peixoto ao escritório de advocacia de Helena Witzel, mulher do governador.

Também são objeto da denúncia pagamentos feitos por empresa da família de Gothardo Lopes Netto, médico e ex-prefeito de Volta Redonda, ao escritório da primeira-dama (Com informações do G1).

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet