Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sexta-feira 18 de Setembro de 2020

1 4
:
1 8
:
2 3

Últimas Noticias

Notícias / Economia

31 Ago 2020 - 09:00

Atualização da lei de Recuperação Judicial trará agilidade aos processos

Empresários também terão mais prazo, descontos e acesso a crédito

Folha Max

Reprodução

 (Crédito: Reprodução)
A Câmara aprovou na noite dessa quarta-feira (26) a proposta de atualização da Lei de Falências e Recuperação Judicial brasileira em vigor desde 2005. Com o novo texto, os empresários em recuperação judicial poderão acessar financiamento ainda durante a fase de execução do plano e incluir bens pessoais como garantias.

Para o advogado especialista no tema, Antônio Frange Júnior, a nova lei vai aumentar as chances reais de retomada das atividades com acesso a crédito e reorganização administrativa e financeira. Para o advogado Antônio Frange Júnior, o texto de autoria do deputado Hugo Leal, aprovado nesta semana, traz a legislação para atual realidade econômica do país e se tornará uma importante ferramenta para evitar falências em massa devido à Pandemia. “A proposta viabiliza a contratação de empréstimo por empresas em recuperação judicial, concede mais descontos e prazo no parcelamento de dívidas com a União e formaliza o que já vinha sendo trabalhado, que são os acordos extrajudiciais diretamente entre credores e devedores”, analisa Frange Júnior.A Câmara aprovou na noite dessa quarta-feira (26) a proposta de atualização da Lei de Falências e Recuperação Judicial brasileira em vigor desde 2005. Com o novo texto, os empresários em recuperação judicial poderão acessar financiamento ainda durante a fase de execução do plano e incluir bens pessoais como garantias.

Para o advogado especialista no tema, Antônio Frange Júnior, a nova lei vai aumentar as chances reais de retomada das atividades com acesso a crédito e reorganização administrativa e financeira. Para o advogado Antônio Frange Júnior, o texto de autoria do deputado Hugo Leal, aprovado nesta semana, traz a legislação para atual realidade econômica do país e se tornará uma importante ferramenta para evitar falências em massa devido à Pandemia. “A proposta viabiliza a contratação de empréstimo por empresas em recuperação judicial, concede mais descontos e prazo no parcelamento de dívidas com a União e formaliza o que já vinha sendo trabalhado, que são os acordos extrajudiciais diretamente entre credores e devedores”, analisa Frange Júnior.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet